domingo, outubro 07, 2007

Assim vai o "nosso Primeiro" no "País de Sócrates"

Estava o "nosso Primeiro" nas suas andanças a fazer inaugurações, quando um grupo de professores decidiu chamar-lhe o que entenderam que ele merecia.
No tempo do "fascismo" chamava-se corta-fitas e papa-almoços, ao Almirante Américo Tomás, hoje é mais pomposo falar-se em inaugurações, lançamentos de plataformas tecnológicas , e sei lá que mais, é bonito e dá votos.
Mas pelas palavras do "nosso Primeiro", hoje os votos vão para o Partido Comunista.
Em entrevista aos diferentes órgãos de comunicação social lá foi dizendo que os malandros dos comunistas andavam a chamar-lhe nomes, como se só fossem os comunistas que se encontram descontentes com a política deste governo do Partido Socialista.
Voltamos ás tácticas cinzentistas do Salazaristas e do Marcelistas, e depois digam que este "nosso Primeiro", não tem tiques dos tempos do fascismo, lá vem ele com o "fantasma" dos comunistas. Ainda bem que os comunistas existem, é sintoma de LIBERDADE, e pela boca de Sócrates lá vão ter direito a governar este país, com tanta gente a protestar só pode ser assim.
Senão vejam o que o "menino" diz:
"O Partido Comunista agora aprendeu isto, onde quer que eu vá tem uma manifestação à minha espera. E confundem o direito à manifestação com o direito ao insulto"
Coitado agora anda com a mania das perseguições.
Que terá feito ele de mal para haver tanta gente a critica-lo.
Terá cumprido algumas das promessas que deixou no ar quando dos comícios ´que antecederam as eleições?
As promessas feitas aos grandes senhores deste "país de Sócrates", já nós sabemos que sim.
Está desmantelar a Função Pública, o Serviço Nacional de Saúde, aumentou os impostos, nomeadamente o IVA, e muitas outras coisas foi fazendo em detrimento da qualidade de vida dos portugueses, não que o "nosso Primeiro" que as pessoas prejudicadas se sintam satisfeitas e aceitem tranquilamente a forma como são afastadas dos níveis sociais dos outros trabalhadores europeus.
Mas temos um "plano tecnológico" que só irá servir os mais favorecidos, as pessoas mais desfavorecidas, que rodam um terço da população, passa-lhes ao lado.
Continuamos a falar em TGV e em aeroporto da OTA, Figo Maduro, Alcochete, e que mais sabe-se lá que outros lugares existem.
Claro, tudo isto não dá de comer á maioria...... dos desfavorecidos claro.
Vamos falando de corrupção a todos os níveis, mas o ex-deputado João Cravinho sentes desiludido por o projecto por ele apresentado na Assembleia da República não ter merecido, nomeadamente pelos deputados socialistas, uma grande importância.
Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home