quinta-feira, outubro 27, 2016

Heer Schäuble o ressabiado ...

Boas, cá estou eu de volta.

Ontem surgiu nas notícias um ministro das finanças alemão Heer Schäuble com as suas teorias neoliberais de que empobrecendo os povos é que a Europa irá no bom caminho, tendo sempre uma palavra de paternalismo que só agradariam a Salazar se ele ainda andasse por cá.
O porque de enviar estas atroadas, falando do que não sabe, ou seja dificilmente acreditamos que tenha lido o protejo de orçamento português.
Mas porque se dá ao trabalho este alemão com ideias ultra liberais de vir tentar desestabilizar o que se vai fazendo pelo sul da Europa para a reabilitação da vida dos países com que os governos de direita puseram os povos na miséria.
Alguns, poucos, mas muito ressabiados, apoiarão estas ideias, mesmo sem saberem o porquê.

Schäuble: Portugal ia no bom caminho até chegar este Governo

 "“Está a acontecer da forma como eu avisei o meu colega português [Mário Centeno] porque eu disse-lhe que se seguirem esse caminho vão tomar um grande risco e eu não tomaria esse risco”, afirmou, segundo o Observador, que cita a agência Bloomberg.
O ministro alemão lamenta que depois das eleições, realizadas em Outubro de 2015, o Executivo de António Costa disse que não iria respeitar o que "o anterior Governo tinha acordado"."
Mas não foi só este Herr ressabiado que meteu a colher em seara alheia, ou seja na vida dos portugueses, tentando deteriorar e criar divisão entre os que procuram levar Portugal por um caminho de prosperidade, cumprindo as regras aceites quanto ao défice, mas dando aos portugueses um novo modo de vida que lhes proporcione uma melhor forma de vida. 

Klaus Regling: Reversão dos cortes na Função Pública “deve ser vista com preocupação”

"A reversão dos cortes nos salários dos funcionários públicos foi apontada como um exemplo de retrocesso nas reformas: “É algo que deve ser visto com preocupação” afirmou em declarações citadas pela Reuters."

Mas voltemos ao porquê destas figuras pardas da tecnocracia europeia, eles estão pouco preocupados com as politicas económicas de Portugal, senão mesmo da Europa, agora quando os nacionalistas da extrema direita avançam em diferentes regiões da Alemanha, ultrapassando mesmo em votantes a CDU e, começando a estar á porta do Parlamento prontos a entrar e a acabar com a UE.

Extrema-direita ultrapassa CDU de Merkel em eleições regionais na Alemanha

"Sondagens à boca das urnas dão o terceiro lugar aos democratas-cristãos da CDU, com 19% dos votos, atrás do partido da extrema-direita Alternativa para a Alemanha (AfD), que deverá ficar em segundo lugar, com 21%, e dos sociais-democratas do SPD, que deverão ficar em primeiro lugar, com mais de 30% dos votos."

E que aconteceu ao depois da votação? Uma derrota para a CDU ... E os nacionalistas da extrema direita no parlamento.

PARTIDO DE MERKEL OBTÉM PIOR RESULTADO DE SEMPRE EM BERLIM

"O partido da chanceler Angela Merkel obteve este domingo o pior resultado de sempre nas eleições regionais da cidade-estado de Berlim, com pouco mais de 17,5 por cento dos votos."

Como podemos entender os ressabiados que governam a Alemanha e tentam-no fazer na UE, se é que não o fazem já ..., procuram com todas estas fanfarronices, falando do que desconhecem tentando dizer aos seus eleitores de que têm de os manter no poder senão a Alemanha tem mais a perder do que a ganhar.

Este paleio é todo para consumo interno, mas podiam-no fazer sem falar mal dos outros.

O governo da CDU devia era tratar da casa deles, em vez de se preocuparem com a dos outros, aqui fica um exemplo do que se passa por lá.


Operários portugueses recebidos com protesto de colegas em fábrica na Alemanha

""Há cerca de 11 meses a sede [da multinacional], nos Estados Unidos, anunciou o despedimento de cerca de 850 a 900 pessoas, de um total de 1300", da fábrica de Plettenberg, explicou Fabian Ferber, acrescentando que até hoje os trabalhadores alemães estão à espera de informação sobre compensações sociais e reformas antecipadas.
"Não estamos contra os trabalhadores portugueses, eles não são nossos inimigos. A Dura é que é a nossa inimiga. Nós estamos a lutar pelos nossos empregos", garantiu."



Fiquem bem

quinta-feira, fevereiro 25, 2016

Voltemos aos ressabiados que não ganharam as eleições.

Por vezes dá-me a vontade de escrever aqui, mal talvez, mas cada um escreve aquilo que consegue.
Hoje tivemos a derrota do Sporting e avizinha-se o mesmo na cidade do Porto.
Bom mas isso não me tira o sono, nem me dá insónias.
Já os despedimentos no Novo Banco, associadas aos prejuízos que este banco divulgou me causam além da perplexidade também me provocam algumas náuseas quando vejo o regulador (Banco de Portugal) apoia as medidas do Nono Banco.
"Tal como o Económico antecipara, o Novo Banco revelou esta tarde prejuízos de 980,6 milhões de euros em 2015, ainda a sofrer com o efeito da resolução do BES, segundo o comunicado divulgado na CMVM. "O resultado do exercício foi de -980,6 milhões reflexo do elevado nível de provisionamento essencialmente para crédito a clientes, títulos e imóveis (1.054,4 milhões) e da anulação da totalidade dos prejuízos fiscais reportáveis relativos ao ano de 2013 no valor de 160 milhões de euros", refere-se no documento. E acrescenta-se: "O elevado valor das provisões que atingiu 1.057,9 milhões de euros, foi influenciado por perdas em activos transferidos do BES. O reforço de provisões para imóveis e para as 50 maiores exposições, que já existiam à data da resolução do BES, totalizou 592,3 milhões.""
(.....)
"Banco de Portugal dá aval aos despedimentos Num comunicado divulgado esta tarde, o Banco de Portugal dá luz verde ao plano de restruturação do Novo Banco: O Banco de Portugal reitera o seu apoio à implementação, pela equipa de gestão, do plano de reestruturação oportunamente apresentado e aprovado pelas autoridades europeias. E tece elogios à gestão atual, deixando uma palavra de apoio aos trabalhadores, ao mesmo tempo que diz acreditar na preservação da confiança na instituição bancária por parte dos clientes. Na sequência da divulgação, pelo Novo Banco, dos resultados relativos ao exercício de 2015, o Banco de Portugal sublinha a capacidade da equipa de gestão e dos colaboradores do Novo Banco em garantir o retorno do banco à normal atividade bancária e em preservar a confiança dos depositantes e clientes da Instituição."
Bom! Mas nem tudo é mau neste paraíso á beira mar plantado.
Há quem pense que isto se podia ter tornado no paraíso das bananas, mas deixemos isso para o bananeiro da Madeira.
A meio da semana o neoliberal Vítor Bento, parceiro inseparável do Alcaide de Boliqueime, no Algarve turístico, veio advogar a nacionalização do Novo Banco, vejam só as contradições deste economista, que ainda na última quadratura de Passos Coelho/Portas dava dicas para ajudar a empobrecer o Povo português.
Mas enfim, sempre  vale tarde do que nunca, ou talvez os remorsos lhe tenham chegado e agora queira dar uma de bonzinho. Mas, nunca fiando, não há almoços grátis, lembram-se era um dos que gostava desta palavra.
Mas, não é tudo, não há fome que não dê em fartura, uma empresa de raiting, as mesmas que nos têm colocado no lixo, que ajudaram a nossa e outras economias a afundarem-se, que pertencem aos maiores bancos mundiais, veio hoje ...
Isto é bom pensa o Povo, mas será mesmo, que estas entidades e personalidades tenham mudado de opinião tão rápido sem que se perceba o que esta por detrás de tais decisões, não é nenhum proveito que tiram o tapete debaixo dos pés dos ressabiados que perderam as eleições, ainda bem diz o nosso Povo, tivemos uma paragem ou será mais um interregno no empobrecimento, a ver vamos como diz o Povo sábio.
Bom, quem não muda é o ressabiado do Passos Coelho.
Claro dirá o Povo ressabiado é ressabiado para toda a vida.
Fiquem bem

segunda-feira, fevereiro 01, 2016

O Pretoriano Marco António Costa

Pergunta quem ler este poste o porquê de designar Marco António Costa por Pretoriano, podia ser por membro do senado romano, isto é , Senador.
Pois! Qualquer um deles não era eleito democraticamente, eram designados pelos cônsules, e a única parte democrática que surgia era o facto de ser sempre dois os cônsules eleitos.
Ó pretoriano Marco António Costa, explique lá o tal aumento dos três membros do Conselho da Administração da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC) em valores situados médios de 150%, diga-se desde logo que foi obra da lavra do governo neoliberal de Passos Coelho/Portas.
Mas, o nosso Pretoriano sobre estes aumentos a ANAC, fugindo ás respostas dos jornalistas dizendo que a ala neoliberal, diga-se PSD/PP, está atenta ao assunto.
Olhem só os ratos a fugirem, e a criarem zangas de comadres, o CDS/PP agendou um pedido de esclarecimento da ANAC.
Será que eles não estavam todos no governo? Ou vão acusar o presente governo das culpas?
No entanto, o Pretoriano Marco António Costa, que ainda não percebemos que não vivemos no Império Romano, mas num país democrático que dá pelo nome de Portugal.
Eu sei que estamos na bela Europa do Sul, e que se fossemos mais espertos nunca teriamos entrado para a comunidade europeia, e deve riamos ter nos virado para fora da europa, mas enfim agora é tarde.
Não falou dos desmandos que o governo neoliberal de Passos Coelho/Portas, mas o que é importante é atacar o actual governo, mesmo que ele tenho um apoio maioritário do Povo português, mas já todos tinhamos percebido que para eles o Povo não é valorizado humanisticamente.
"vice-presidente do PSD Marco António Costa questionou esta segunda-feira o Governo sobre como vai ultrapassar "o impasse" em torno do Orçamento do Estado para 2016, que classifica como "um documento completamente morto na sua credibilidade técnica e política".
No entanto de Bruxelas nada vem que nos diga que vai ou não haver rejeição, até pelo contrário o que se diz é que há negociações, mais ou menos vivas, é normal. 
De joelhos chegou-nos as tristes figuras do neoliberais Passos Coelho/Portas ....
Mantenham a calma que os romanos fugiram para o Norte.
Fiquem bem.

quinta-feira, janeiro 28, 2016

Como o medo pode levar o Ocidente para o totalitarismo.

Após o fim da1ª Grande Guerra Mundial em 11 de Novembro de 1918, foi imposto á Alemanha sanções económicas e politica que levaram ao empobrecimento do Povo alemão, ao jeito do que foi feito pela Europa a Portugal nos últimos anos de governação socialista/social liberal.
Esse empobrecimento do Povo alemão, acompanhado por uma crise económica no resto da Europa, levou o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães de Hitler, com um populismo que foi acompanhado pelo Povo alemão que não tendo nada a perder foi complacente com as atrocidades que foram cometidas pelos nazis, dentro e depois fora da Alemanha, até ás diversa invasões e a um arrastar de uma guerra de terror e mortandade, onde realizado a tentativa de genocídio pleno dos judeus, dos arménios pela Turquia, e de outros povos e minorias.
Não esqueçamos que a acompanhar o nazismo tivemos o fascismo italiano e o aliado Imperio Japonês.
Porquê esta introdução histórica destas 2 Grandes Guerras? porque parece que os países ditos ricos do Ocidente não parecem ter aprendido com os erros históricos e com o sofrimento dos povos a quem foram infligidas estas guerras.
Ontem soubemos que a Dinamarca pretende roubar os migrantes que por lá procurem uma vida melhor, hoje soubemos que a suécia pretende deportar cerca de 80 mil migrantes que por lá procuraram um porto de abrigo para uma vida em paz.
"A mudança de tom na Suécia em relação à sua política de portas abertas nunca foi tão visível como nesta quinta-feira, quando um membro do Governo – o ministro do Interior, Anders Ygeman – fez pela primeira vez em público as contas de quantas pessoas poderiam ser deportadas nos próximos anos: entre 60 a 80 mil, disse, caso se mantenha a relação entre pedidos de asilo aprovados e rejeitados – dos 59 mil pedidos processados no ano passado, só 55% foram aprovados. Ygeman disse para além disso que a polícia se deveria preparar para novos desafios, como o de encontrar pessoas que presumivelmente se tentarão esconder para evitar a deportação. Anunciou também que a Suécia está a discutir com parceiros europeus o aluguer de aviões especiais para expulsar com a máxima eficácia os requerentes de asilo rejeitados – a Alemanha expulsou 20 mil pessoas em 2015."
Mas, como vemos no texto anterior a Alemanha fez em 2015 o mesmo, deportou cerca de 20 mil migrantes. E a Finlândia vai pelo mesmo caminho.
Os médias dão cada vez mais realce a casos pontuais, no meio de tantos milhões de migrantes, sempre vêm alguns grupos de criminosos, isso mesmo aconteceu com a queda do muro de Berlim e o fim da União Soviética. No entanto há criminosos em todo o lado da Europa, o fascista que matou jovens, na Ilha de Utoya, na Noruega era norueguês.
Os orgãos de comunicação social com o seu estatuto de deontológico têm por obrigação de darem as notícias sem alarmarem as populações, embora percebamos que a ditadura dos tablóides é por vezes vergonhosa.
E, o medo que instauram nos Povos, aliadas ás politicas descriminatórias e xenófobas para com as populações de migrantes que fogem da guerra, da fome e da miséria na procura de uma vida melhor para eles e para as suas famílias.
“O medo de ataques terroristas e o fluxo massivo de refugiados estão a levar muitos governos ocidentais a reduzirem as proteções aos direitos humanos”, disse Kenneth Roth, diretor executivo da organização. Segundo Roth, as duas situações levaram os países a tomar medidas de segurança pouco acertadas. Ao mesmo tempo, governos autoritários de todo o mundo conduziram a mais intensa repressão a grupos independentes. A Rússia e a China estão entre os mais repressores."
Era bom lembrar-nos das invasões barbaras dos primórdios da nossa era que varreram a Europa dos Urais á Península Ibérica, empurrando nações em pleno movimento, que chocaram cerca do ano 711 com a invasão Árabe na Península Ibérica e o sul da actual França.
Esperemos que esta fobia xenófoba não nos leve a mais uma guerra entre povos, culturas e religiões.
Fiquem bem

quarta-feira, janeiro 27, 2016

Xenófobia ou ideias fascistas?

O fascismo nasceu em Itália pela mão de Mussolini, o nazismo pela mão de Hitler ...
E que dizer da decisão do Parlamento Dinamarquês em aprovar o confisco dos bens dos refugiados ou puramente migrantes que se deslocam através das fronteiras da UE, fugindo da guerra, da miséria e da fome, ou pura e simplesmente procurando uma vida melhor.
Migrações sempre as houve, e nós portugueses somos fruto disso mesmo, assim como o resto da Europa. Mas, passados 71 anos sobre o holocausto dos judeus, onde os nazis e não só, confiscavam os bens dos judeus, não só dos que iam para os fornos crematórios como os que sobreviviam.
A Dinamarca através de uma proposta do Governo configura uma mesma atitude.
Concordo com Martin Schulz quando diz que não tem o mesmo peso do confisco durante o Holocausto, mas mesmo assim é reprovável e perigoso, este roubo que se avizinha.
No entanto, o maior perigo que a Europa tem neste momento fora as possibilidades de novos ataques suicidas dos jihadistas, é a sua desfragmentação com origem nas politicas xenófobas de países como a Dinamarca, Suíça, na Alemanha a Baviera e Bade-Vurtemberga, a Holanda também cobra a quem foge da guerra e da fome, como se a solidariedade fosse adquirida comercialmente.
Outro perigo é a o medo que desce da pirâmide em que se formaram os Estados, ou seja, o medo já não se situa só na base, ou seja, nas populações, mas sim nos corpos dirigentes, Governo e parlamentos, a que se pode designar de "Politica do medo" ...
As migrações, que pela fuga das guerras, quer pela fuga da miséria e da fome, não se param com muros de rede ou de betão.
Os europeus tanto criticaram o Muro de Berlim que o deitaram a baixo unindo duas Alemanhas diferentes politicamente mas um mesmo Povo, mas as diferenças económicas não melhoraram desde a sua queda.
Por último dizer que os jihadistas que têm cometido atentados bombistas ou outros actos criminosos na Europa, nomeadamente em Paris, foram cometidos por filhos de imigrantes de 2ª e 3ª geração nascidos e criados na Europa, integrados mas marginalizados por politicas de deficiente integração social.
Fiquem bem.

sexta-feira, janeiro 22, 2016

Hoje veio o Filósofo apoiar a "Tia Roseira de Belém"

Quero que os Juízes do Palácio Ratton me dêem o que Passos/Portas me roubaram ...
Ontem na cervejaria Trindade houve bife á "Poeta Alegre"...
Mas, hoje apareceu a atacar o Partido Socialista o Filósofo, Assis, que mais uma vez veio implicitamente dizer que é contra a politica do PS de privilegiar o bem estar do Povo, por ele ajudava Passos/Portas a continuarem a empobrecer o Povo.
Quero que os Juízes do Palácio Ratton me dêem o que Passos/Portas me roubaram ...
Se o Prof. Martelo, desculpem, Marcelo filho de um ministro de Salazar chegue a Presidente da República melhor não ficaríamos com a "Tia Roseira" ...
É sempre "agradável" ver um politico divisionista a lamechar publicamente os erros que cometeu, mesmo considerando que tem direito a privilégios, quando o Povo sofre o empobrecimento desajustado humanamente.
Estes políticos com visões de velhos do Restelo, não perceberam, nem nunca vão perceber, que os tempos mudam e mudaram e que hoje o Povo já não aceita os tradicionalismos de que só os políticos enquadrados em partidos podem atingir lugares que em tempos passados eram destinados aos politicos indicados por partidos.
Votem bem.
E, fiquem igualmente bem.

quinta-feira, janeiro 21, 2016

Bife na Cervejaria Trindade à "Poeta Alegre" ....

Quero o que Passos/Portas me roubaram ...
Hoje a "tia" Roseira teve o seu dia negro com o fasto de na "clandestinidade" ter pedido ao Tribunal Constitucional a constitucionalidade das subvenções vitalícias, mas claro, mesmo com a inépcia de desde sempre demonstrada pelo presidente dos juízes do Palácio Rattom, e esse dia negro vai desde propalar aos quatro ventos que os que não têm uma ópinião igual de quererem rasgar a constituição.
Nada mais falso, o que o Povo quer são análises corretas que não enriqueçam mais privilegiados e empobreçam cada vez mais a maioria do Povo português.
 Mas quem serviu o bife na Cervejaria Trindade foi o "Poeta Alegre", demonstrando que já não tem vista para ler nem as gordas quanto mais as restantes letras dos jornais, quando demonstrou um mau perder para com o que o candidato Sampaio da Nóvoa quando disse o que este não disse.
Mas eu reivindico o que Passos/Portas me roubaram, ou melhor ao Povo.
Bem, voltemosao bife do "Poeta Alegre", e que disse Sampaio da Nóvoa? que não pinha em causa as subvenções, mas que iria prescindir da sua subvenção.
Proponho levar o "Poeta Alegre" ao oftalmologista ....
E assim, vai a campanha para que irá por um dos candidatos em Belém, esperemos que não seja mais uma múmia, que irá durante cinco anos fazer comentários sem conteúdo e contraditório, ou seja uma múmia falante.
Fiquem bem.

quarta-feira, janeiro 20, 2016

Eu quero a minha subvenção vitalicia, onde anda ela?

Eu quero o que Passos/Portas me roubaram.
A bomba rebenta qual ataque "Jihadista" feita rebentar pelos juízes do Tribunal Constitucional, o mesmo que considerou inconstitucionais alguns cortes do Governo de Passos/Portas, mas considerou outros cortes que empobreceram o Povo português, podemos pensar que os juízes tiveram dois pesos e duas medidas, nada disso.
Mas, é incompreensível para quem como os Funcionários Públicos vira reduzidos o seu poder de compra sem que para isso os juízes do Tribunal Constitucional tivessem uma palavra de inconstitucionalidade, podemos enumerar as baixas nesse poder de compra, poucos sabem que os dias de férias suplementares que os mesmos se devia a um acordo com os Governo de Sócrates para compensar a falta de aumentos salariais, a eles juntavam-se os dias referentes à antiguidade na Função Pública.
Eu quero o que Passos/Portas me roubaram.
Pois! Mas os juízes do Tribunal Constitucional, nada fazem para que isso suceda.
Voltemos à vaca fria, que é a de terem considerado que deveria ser revertida subvenção vitalícia dos políticos que foi requerida por 30 políticos que até ao momento estiverem na "clandestinidade".
Devemos todos perguntar porque estiveram todo este tempo escondidos?
Eu quero o que Passos/Portas me roubaram.
Ao que consta nem precisam de apresentar os seus rendimentos para continuarem a receber a subvenção vitalícia.
Eu quero o que Passos/Portas me roubaram.
Por fim os juízes do Tribunal Constitucional, saem de fininho, e empurram para a Assembleia da Republica, onde ainda andam alguns dos 30 políticos que andaram na clandestinidade todo este tempo, a decisão de acabarem com esta afronta a quem vive com reformas de miséria vitalícias.
Eu quero o que Passos/Portas me roubaram.
Por último vai para os deputados privilegiados uma "pipa de massa".
Eu, continuo, a querer o que Passos/Portas me roubaram.
Vou ficara espera, mas sentado, pois vai demorar muito, mas com luta lá chegaremos.
Fiquem bem.

sábado, dezembro 12, 2015

Carta ao Sr. Presidente da CMS, Basílo Horta, sobre a queima de lixo de jardinagem (2ª)



Exmo. Senhor Presidente Da Câmara Municipal de Sintra, Dr. Basílio Horta.
Quando em 05/12/2015 fiz a primeira participação sobre a forma como um empresário da jardinagem procede à queima de resíduos de jardinagem, num terreno com a entrada pela estrada nacional N247, sita ao Km 73,5, virado para a Ribeira de Sintra e Várzea de Sintra, tinha em ideia de que teria mais tarde de voltar ao assunto.
Aqui me encontro eu a fazê-lo, de novo com fotos.
Aqui neste link pode visualizar as fotos, https://drive.google.com/folderview?id=0BwHz-bzA-PldSi1rcTVkbWs0VGM&usp=sharing , e pode comprovar que por estes lados está impossível os seus munícipes poderem ter janelas abertas, estender roupa, ou mesmo andar na rua, mais parece que estamos em Pequim.
Sempre podia lançar um alerta vermelho, ou melhor acabar com estes atentados ambientais.
Que dirão os convidados que ontem estiveram nos Seteais para saberem que o escultor Rui Chafes foi contemplado com o prémio Pessoa, e que por cá tenho decidido ficar para visitar Sintra?:
Ou que pensarão os inúmeros visitantes que virão a Sintra visitar o “Reino do Natal” já chega o desleixo a que chegou, por falta de verbas (será?) dos passeios públicos onde a erva abunda, o percurso pedonal onde a última presidente de câmara socialista, Dr.ª Edite Estrela, gastou do erário público uma verba incalculável, para que aquele percurso sito na Estefânia fosse só pedestre, mas que hoje em dia por lá circulam viaturas como se aquele local fosse mais uma via de acesso a Sintra.
Mas, voltemos ao atentado ambiental que este fim-de-semana está mais uma vez activo  em Sintra, com a queima de lixos de jardinagem, com entrada ao Km 73,5 (confirmei á coisa de 2 horas), num terreno com proprietário conhecido ou desconhecido, ou mesmo baldio.
Pela manhã mais parecia que o nevoeiro tinha descido da Serra de Sintra, mas o céu estava e está limpo de nuvens, pois era o “smoke” da lixeira a arder.
Acabou-se com a lixeira em Trajouce, criando-se uma estação de tratamento de lixos urbanos, e depois permite-se que empresários o façam sem que a fiscalização ambiental actue.
Pela manhã estive em Sintra e até ai o cheiro a lixos de jardim eram notórios.
Mais uma vez me questiono sobre o que pensarão os muitos turistas que visitam Sintra, pensarão que uma Vila tão bonita mas, com um odor tão desagradável.
Outra coisa que não entendo é porque é permitido estas queimas, a partir de Outubro tal como me foi dito pelos bombeiros, será que só antes de Outubro é que é crime ecológico?
Bom Sr. Presidente da CMS, Dr. Basílio Horta, tenho a percepção de que voltaremos ao assunto de novo nos próximos dias.
Tal como fiz anterior mente, este e-mail vai ser dado conhecimento a outras entidades relacionadas com o ambiente, nomeadamente o IGAMAOT, indicada pelo Ministério do Ambiente que teve a delicadeza de me responder que havia direccionado o meu e-mail para esta entidade.

Os melhores cumprimentos

sábado, dezembro 05, 2015

Carta ao Sr. Presidente da CMS, Basílo Horta, sobre a queima de lixo de jardinagem



Exmo. Sr. Presidente da CMS, Dr. Basílio Horta
Numa altura em que decorreu a Conferencia do Clima em Paris, Sintra encontra-se desde o dia 22 de Novembro sobe a influência de uma queima de lixos de jardinagem, na N247, Sintra Colares, nomeadamente ao km 73,5 num terreno particular, ao que parece pertença ou alugado a um empresário da jardinagem.
Durante este tempo não estive parado, fiz queixa ás autoridades locais (GNR), por duas vezes, que me pareceram atuar, já que durante alguns dias deixou de haver fumaça como a que está a acontecer hoje dia 05/12/2015.
Aos bombeiros, que se deram ao luxo de me informar que como era um terreno particular nada podiam fazer.
Eu bem sei que os lóbis de algumas personalidade do concelho são de importância para algumas entidades.
À mais de uma década que venho protestando perante a CMS e o Ministério do Ambiente, sobre este atentado ao Ambiente, sem que nada seja feito, ou que eu tenha dado conta disso.
A zona mais afetada consoante a direção dos ventos, é a Ribeira de Sintra, onde se situa o edificio de Ciência Viva, que dirão as centenas de visitantes que por lá passam?, mas há dias em que a fumaça chega a Sintra.
Sr. Presidente penso que não quererá aceitar que façam de Sintra Património Mundial numa nova Beijing, claro Pequim em chinês, onde a população vive permanente na corda bamba da morte, sem que alguém faça algo para melhorar o nível de poluição atmosférica.
A poluição mata Sr. Presidente, podemos ver as estatísticas que são documentadas nos médias, “A poluição do ar causou mais de 6.000 mortes prematuras em Portugal, em 2012, e no ano seguinte continuavam a registar-se algumas concentrações de poluentes acima dos limites da União Europeia, segundo a Agência Europeia do Ambiente. (…..)” , em Sintra Património Mundial, vamos matando os sintrenses com estas queimas.
Mas, podemos dar mais exemplos sobre a morte provocada pela poluição, “Segundo os dados no relatório, a AEMA estima que a exposição a outros dos principais contaminadores, como o ozono troposférico (O3) e o dióxido de nitrogénio (NO"), causou a morte prematura a, respetivamente, 17.000 e a 75.000 pessoas. (…..)”, mas os serviços de proteção ambiental da CMS têm ou tinham mesmo meio de dar autorizações para que estas queimadas de lixo de jardinagem sejam autorizadas.
Que dirão os turistas que ao passearem por Sintra Património Mundial, se vejam no meio de uma cortina de fumo, como aconteceu no dia 22 de Novembro, do corrente ano, que mais parecia uma noite de nevoeiro, mas, com céu limpo.
Como atrás realcei hoje, 05/12/2015, a fumarola dos desperdícios de lixo de jardinagem voltaram á atividade.
Deixo aqui o acesso,  ás Fotos que documentam a queima de lixo durante mais de duas semanas num terreno baldio ou não ao KM37,5, da N247.
Sr. Presidente da CMS, Dr. Basílio Horta, espero que na continuação do seu mandato, tenha para com Sintra Património Mundial, uma atitude de proteção ambiental que permita acabar com estes desmandos, há locais específicos para que estes desperdícios de jardinagem sejam destruídos sem com isso prejudiquem o Ambiente.
Por último Sr. Presidente quero deixar a deixar bem vincado de que o facto de dar conhecimento deste e-mail ao Ministério do Ambiente, não quer dizer que vou apr4sentar queixa da CMS, mas sim, aproveitar para dar conhecimento à entidade que a nível nacional tutela as “coisas” do bom Ambiente.
Tal como diz o nosso Povo, matar “dois coelhos” de uma cajadada só, ou seja, solicitar a duas entidades responsáveis que este crime ecológico para com o ambiente termine de vez..
Os meus melhores cumprimentos