segunda-feira, maio 28, 2007

A contestação no "País de Socrates"

Não é de estranhar que no "País de Sócrates" após as muitas "gaffes" desde o nosso Primeiro, que quando falava para imigrantes teve a desfaçatez de dizer o seguinte "Quero deixar-vos também uma palavra de confiança em vós, nas vossas famílias, e a certeza que cada um de vós dará o seu melhor para um País mais justo, para um país mais pobre ... perdão, para um país mais solidário, mais próspero, evoluído."
Passando por muitas outras até chegar á grande gaffe do seu adjunto, o Ministro Mário Lino, que conseguiu dar a entender que vale tudo para levar por diante a prepotência de construir o aeroporto da Ota, tendo considerado para isso que na Margem Sul não existe viva alma, nem hotéis, nem hospitais, aquilo não passa de um deserto.

Depois admiram-se os políticos que a abstenção em actos eleitorais suba, com políticos destes não é admiração nenhuma.

Vem ai mais um ataque aos trabalhadores da Função Pública, com a "A reforma dos regimes de vinculação, de carreiras e de remunerações dos trabalhadores da Administração Pública"
Tudo isto e, mais outros quesítos, levam os trabalhadores a fazerem mais uma jornada de greve geral.

Há que lutar por tempos melhores.

E assim vai a vida deste povo que não pediu a ninguém para ser governado assim, cada vez mais pobre como admitiu o nosso Primeiro, "Sargentão" tá bom de ver.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home