sexta-feira, junho 29, 2007

Coisa que acontecem no "País de Sócrates" ......

A cada dia que passa somos surpreendidos pelos acontecimentos mais extravagantes de perseguição política que cada vez me fazem lembrar o passado Salazarista.
Começa a ser preocupante tanto processo, tanta demissão, tanta queixa crime, que mais irá acontecer? Neste país que há bem pouco tempo, 30 e poucos anos, saiu de uma ditadura salazarenta que prosseguia os cidadão por qualquer atitude qualquer de direito á liberdade.Vejamos a sequência de acontecimentos que nos deverão fazer reflectir, falando nos mais recentes, temos a suspeição com levantamento de processo disciplinar ao professor Charrua, tal como podemos ver na notícia seguinte
Podemos agora estar privados de fazer uma boa piada mesmo que seja sobre o "nosso Primeiro" ou qualquer um dos seus acólitos, claro que não.
Segundo palavras do professor Charrua, tal como vem reproduzido no DN, limitou-se a ironizar tal como muitos já fizeram "O docente, agora trabalhar na biblioteca do Carolina, reafirma não ter insultado o primeiro-ministro em conversa mantida num gabinete da DREN, mas apenas ter feito comentários jocosos à licenciatura de José Sócrates."
Mais grave foi o professor é ter sido suspenso sem o processo disciplinar estar concluído.
Depois vêm os processos crime perpetuados pelo "nosso Primeiro" contra o professor António Balbino Caldeira,podemos ler a notícia no DN mais uma vez com o título de "Sócrates processa autor do blogue Portugal Profundo " e ler na integra a noticia em
http://dn.sapo.pt/2007/06/21/sociedade/socrates_processa_autor_blogue_portu.html
Agora rebentou uma bomba que parece ter estado escondida durante alguns meses, foi exonerada a Directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho pelo próprio Ministro da Saúde d.r.Correia de , então temos alguma culpa que os ministro pronunciem asneiras quando deveriam estar calado, e neste governo temos muitos exemplos começando pala maior das "gaffe" que foi considerar o sul do país um deserto.
Vem assim no Correio da Manhã de hoje,
"A directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho foi exonerada do cargo pelo ministro da Saúde, por não ter retirado um cartaz das instalações do centro contendo declarações de Correia de Campos “em termos jocosos”."
Isto aconteceu porque alguém colocou um recorte do Correio da Manhã onde se lia o seguinte:
"O cartaz era uma notícia publicada pelo 'Jornal de Notícias', onde o ministro da Saúde afirmava que nunca tinha ido a um Serviço de Atendimento Permanente (SAP), e que não pretendia ir."
Se era notícia no DN e este não foi processado é porque foi verdade o que o Ministro disse.
A verdade é que o acto de exonerar a Directora provocou celeuma no ceio dos deputados do PS, finalmente estes começam a revoltar-se, mas vejamos o que diz o Correio da Manhã:
"A decisão provocou incomodo entre os deputados, nomeadamente entre os deputados socialistas. Manuel Alegre considerou mesmo a decisão como “desproporcionada” e “intolerante”. Para o socialista o despacho está confuso e não permite “perceber o que se passou no Centro de Saúde de Vieira do Minho”."
Todas estas situações de amedrontarem os trabalhadores se torna muito estranho, será que está para acontecer um "Golpe de Estado Constitucional" já que este PS dito de socialista tem a maioria absoluta!
Será bom que todos reflictamos e nos mantenhamos atentos.
Até porque vêm ai dias difíceis caso esta maiorais de Socialistas virados para questões anti-sociais consigam levar a deles avante.
Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home