sábado, setembro 10, 2011

Asia Bibi

O nome referenciado no título desta mensagem nada dirá a muitos de nós, talvez por em Portugal a leitura dos jornais, tal como a cultura, ser um luxo.
Mas, também podemos recorrer à Internet, onde felizmente existem jornais online, podendo assim ler as notícias mais importantes que ocorrem pelo Mundo.
E é com esse intuito que hoje vos trago uma notícia, originalmente li no Jornal Expresso, relacionada com o infortúnio de uma camponesa pobre e analfabeta de origem paquistanesa, mãe de 5 filhos que aos 40 anos está na prisão a aguardar o destino de uma condenada á morte por, a intrasigência religiosa ou, a má interpretação da religião muçulmana, ou mesmo o aproveitamento de certas cúpulas religiosas para realizarem uma razia étnica em populações que professam outras religiões.
E o que deu origem a tão desumano castigo? perguntarão os internautas, nada mais simples que a analogia do lobo e do cordeiro quando o lobo por todos os meios procurada um pretexto para comer o cordeiro ..... esta camponesa de uma aldeia do Punjab paquistanês, Ittan Wali, bebeu do mesmo balde que seria para uso dos trabalhadores muçulmanos como ela é cristão houve logo quem a acusasse de blasfémia, compreender isto por nós é chocante, todos os praticantes de religiões não muçulmanas são considerados como inferiores .....
A RR na sua versão online conta-nos um pouco da história desta infortunada camponesa ...
Deixo-vos também o endereço de uma petição com origem no Brasil ...
Inúmeras figuras públicas da politica e da religião têm procurado interceder por Asia Bibi, Hillary Clinton, Nicolas Sarcozy, o Papa Bento XVI entre outros, já houve mortes no Paquistão que levam a crer ter sido por retaliação sobre os políticos que procuraram proteger e mesmo anular a pena de morte, a Ministradas minorias Shahbaz Bhatti e o Governador do Pumjab, Salman Taseer ...
Por último á falta de melhor sugiro aos meus leitores que assinem a petição brasileira.
Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home