quinta-feira, julho 05, 2007

As coisa que o PS defende no Parlamento ....

Isto há coisas do Diabo!
Hoje o deputado Alberto de Sousa Martins líder da bancada socialista, depois de o PS ser desancado no hemiciclo por todas as outras bancadas, saiu em defesa do aparelho do partido.
A determinada altura do discurso disse, que os outros deputados não tivessem a veleidade de dar lições de democracia aos militantes socialistas, porque este partido tinha sido o criador da democracia em Portugal.
Longe vai a sabedoria deste senhor, e vai ter de dizer o mesmo a Manuel Alegre
"Considera que o ministro Correia de Campos teve uma reacção despropositada e pouco conforme com a tradição de tolerância que era apanágio do PS"
o mesmo a Mário Soares em relação á exoneração da directora do Centro de Saúde de Vieira do Minho:
"São coisas desagradáveis, porque fazem mossa no Governo e são fáceis de contestar. e acho que devia ter sido evitado, porque há certas coisas que não se devem fazer e, em vez de disciplinar, indisciplinam."
Idem sobre o processo de Fernando Charrua, a Jorge Coelho
"ridículo e inadmissível", acusando a responsável pela DREN de querer ser "mais papista que o Papa"
Ana Gomes deu-se ao trabalho de escrever a José Sócrates, chamando a atenção para
"uma perigosa deriva autoritária e antidemocrática delação"
Então sr. deputado Alberto de Sousa Martins que diz a estes históricos que criticaram as estruturas do Partido Socialista, também são figuras gradas da política ás quais os senhores não reconhecem estar á altura de vos criticar sobre como estar em democracia.
Apetece-me perguntar-lhe com aquela frase histórica de Alçada Baptista, "onde estavam os senhores quando se deu o 25 de Abril", o "nosso Primeiro" andava lá pela Guarda a praticar a Social Democracia pelo PPD/PSD, está lembrado, enquanto os muitos comunistas, verdadeiros socialistas, alguns sociais-democratas, os "católicos progressistas", muitos outros contestatários á ditadura de Salazar e a sua pandilha, lutavam para que os senhores digam as baboseiras que dizem e cheguem ao ponto de terem atitudes antidemocráticas como aquelas que tiveram nos últimos tempos, e que tanta contestação tem tido tanto dentro como fora do seu partido.
Enquanto tiverdes as politicas totalitárias que tendes irão ter uma contestação feroz do povo que felizmente não se encontra adormecido tal como não o estava antes do 25 de Abril de 1974.
Vivam as diferentes formas de liberdade.
Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home