terça-feira, julho 10, 2007

A avaliação da função pública

Ficamos hoje a saber que mais uma vez os sindicatos da UGT, Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) e a Frente Sindical da Administração Pública (Fesap), deram mais uma machadada nos direitos dos trabalhadores da Função Pública.
Como o fizeram no passado estes e outros sindicatos afectos á UGT nos direitos dos trabalhadores do privado, não há que ter ilusões que foi para isto que Torres Couto, João Proença e muitos outros socialistas e sociais-democratas criaram a UGT, senão para dividir o sindicalismo em Portugal.
Vai ser o mesmo quando das negociações do Código do Trabalho, como o foi no passado, um código do trabalho que não trará nada de bom para os direitos dos trabalhadores.
Foi assim que a notícia saiu no Jornal Público.
"O Governo e o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado (STE) e a Frente Sindical da Administração Pública (Fesap), ambas estruturas sindicais afectas à UGT, assinaram hoje um acordo relativo ao novo sistema de avaliação da administração pública, que deverá entrar em vigor em Janeiro e cujos resultados deverão visíveis já no próximo ano."
Esta conivência com os governos do centro leva anos, mesmo sendo os sindicalizados insignificantes nestes movimento sindical, é este o mundo dos "amarelos", trair os outros trabalhadores.
Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home