sexta-feira, dezembro 24, 2010

Cidadão processado por comentário

Não quero deixar de trazer até vós mais um tema "fracturante" como é usual dizer-se nos tempos que correm. Quando, hoje, lia o Jornal Expresso, uma pequena notícia chamou-me a atenção. É uma notícia que recorda para aquilo que há muito as forças democráticas da ilha da Madeira vêm chamando de prepotências as formas como o poder instituído, á décadas, do PSD/Madeira não se relaciona com as criticas que lhe são feitas.
É com pena que comprovo que algum do obscurantismo que graça na ilha é aproveitado pelo poder instituído, qual Costa do Marfim instalada no meio do Atlântico, para se perpetuar no poder a qualquer custo.

Cidadão processado por comentário

Um pintor da construção civil começou esta semana a ser julgado, acusado do crime de difamação, por ter feito um comentário sobre Alberto Jo Jardim. António da Silva entrou num fórum online do "Diário de Notícias da Madeira ", em fevereiro e, perante a questão "Acha que Alberto João Jardim vai abandonar o cargo em 20n?", comentou: "Oxalá! Essa coisa de defender madeirenses é tudo treta, ele defende mas é alguns madeirenses: subsidiodependentes pobres e ricos, empresários tendenciosos que tudo querem roubar à pala daqueles que pagam impostos e nunca fazem engenharias financeiras, como ele diz". A queixa partiu do próprio presidente do Governo Regional.

O que pudemos apurar através desta notícia, torna-se perigoso ter ou tecer qualquer comentário, se acontecer o mesmo que acontece nos tais países onde o "ditador" tem sempre dificuldade em sair, tentando continuar no poder a qualquer preço, estamos sujeitos a ser processados ...., ainda bem que vivemos em DEMOCRACIA, ou será que finalmente a tal ilha se tornou independente, com REI e tudo.

A única esperança é de que dos poucos poderes independentes que a mão da "ditadura" não abranja seja a da LEI.

Degustem esta notícia, de tão má que ela é, pensava que estes temas tinham sido sepultados no 25 de Abril de 1974.

UM BOM NATAL

Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home