terça-feira, setembro 25, 2012

Os povos movimentam-se no sul da Europa

As revoltas populares que têm vindo a assolar a Europa do sul provocadas pelas medidas aplicadas pelos governos de direita no sul da Europa, com inicio á bastante tempo na Grêcia, começam a ser realizadas com maior frequência em Espanha e em Portugal, hoje, como no dia 15 de Setembro em Portugal, é a Espanha que está em ebulição com o Protesta del Movimiento "Rodea el Congreso", e onde  Pelo menos 15 pessoas foram detidas e nove ficaram feridas nas primeiras horas do protesto que cerca esta terça-feira à noite o Congresso dos Deputados de Madrid..
Vimos em Lisboa no passado dia 15 de Setembro, e em outras cidades de Portugal, milhares de cidadãos descontentes com as medidas de empobrecimento que nos estão a ser aplicadas por um governo de direita, diria mesmo de caries fascista, desfilarem em protesto pelas ruas.
Em Lisboa acabou por culminar com uma grande concentração junto á Assembleia da República, onde ouve provocações de alguns manifestantes estando a policia, pela 1ª vez, á altura dos acontecimentos.
Vamos voltar a ter novo protesto na da 29 de Setembro em Lisboa organizado pela CGTP, e a que "Os subscritores do manifesto “Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas!”, que convocaram as manifestações que levaram centenas de milhares de pessoas às ruas a 15 de Setembro, pedem aos portugueses que “esqueçam eventuais e pontuais divergências e se unam”. No imediato, isto significa participar na manifestação da CGTP convocada para este sábado, em Lisboa.", não podemos deixar de nos congratular com tal tomada de consciencia já que a democracia não existe sem os partidos, talvez o que devamos exigir seja a refundação de alguns partidos, já que existe o grande perigo de aparecer um qualquer "salvador da pátria" com ideias populistas e levar-nos para uma ditadura.
A meu ver os partidos do arco da governação, PSD/PS/CDS, estão esgotados no seu conteúdo e na sua essência politica e, onde a renovação de quadros não incorpora gente com formação e consciência politica, podemos ver que os oportunistas alcançam lugares de poder a qualquer preço para servir o capital, exemplos do "Doutor" Miguel Relvas.
O governo de Passos Coelho, pela mão do Ministro das Finanças, Victor Gaspar, inspirado nas teorias de Milton Friedman e dos economicistas de Chicago, tenta aplicar em Portugal teorias de carácter ideológico, marcadamente de direita, nem neoliberais podemos dizer que são, e que nunca foram experimentadas em país nenhum em dificuldades financeiras, e onde todos os entendidos na matéria dizem estes Pachecos  estarem desfasados no tempo.
É este experimentalismo que está a levar muitos povos da Europa á beira da miséria, casos da Grécia no passado recente, e agora Portugal, Espanha, Itália, Irlanda, ou seja, os países do sul e os limítrofes da Europa.
Isto não pode acontecer no século 21, temos de deitar pela borda fora estes economistas que pensam que é empobrecendo os povos que as economias recuperam, como isso é possivel se retiram o poder de compra ás populações? e esta ideologia tem como finalidade acabar com a classe média, e sem esta classe não há democracia.
Apelo para que haja uma uma grande mobilização para dia 29 de Setembro.
Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home