quinta-feira, julho 12, 2007

A "caixa de Pandora" das juntas médicas abriu-se .......

Mais duas situações relacionadas com as juntas médicas de professores com doenças graves relegados para o trabalho sem qualquer humanidade por parte dos senhores que constituem estas juntas onde nem todos são médicos e, onde o presidente é um simples director geral, ou outro mais abaixo desde que delegado pelo primeiro, sem qualquer ligação á acção médica.
"duas professoras doentes obrigadas a trabalhar
Duas professoras portadoras de doenças oncológicas graves serão obrigadas a regressar ao ensino no próximo ano depois de a reforma lhes ter sido recusada pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) depois de várias juntas médicas"
Onde chegamos!
Ficamos a saber que o mais alto dignitário deste governo dos socialistas, o "nosso Primeiro", desconhecia este formato de composição das juntas, onde segundo o bastonário da "Ordem dos Médicos" confirmou que elementos trabalham na maioria do tempo em regime de parti-me, grave, quando as progressões dos funcionários públicos foram congeladas mas, para estes senhores há dinheiro para regimes de horas extraordinárias.
Quantos mais casos irão aparecer nos próximos tempos? é só esperar que as pessoas percam a vergonha e venham a público testemunhar todo este compadrio que muito tem prejudicado os doentes, até chegarem a haver mortes.
Ao que chegou este país.
Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home