terça-feira, setembro 04, 2007

Pelo areal até Cacela Velha

Numa praia com um areal a perder de vista, como é o que vai ao longo da costa entre a Manta Rota e Cacela, há sempre algo de curioso a surgir aos nossos olhos.

Praias de areais extensos, banhado por águas tépidas, há sempre alguém que a calcorreia.

Aqui e além surgem pescadores que com "ganchorras" manuais ganham o dia a apanhar ameijoas.

Este ano vi muitas "vinagreiras negras" a ficarem em seco, as que pude transportei para o mar.
É uma "lesma do mar", que se alimenta de algas, dentro da rio Gilão no fim do Inverno já as tinha visto, aqui nunca.

A determinada altura encontramos pescadores a peneirar o que apanharam, separam as cascas das ameijoas boas, e por sua vez dividem para um lado as grandes e para outro as pequenas.

Finalmente chega-se frente á "Fábrica", um aglomerado de casas que se situa a sotavento de Cacela Velha, existe aqui um restaurante onde se servem refeições de peixe grelhado e de marisco.

Preparamos-nos para o regresso, e lá voltamos para mais uma caminhada de 1 hora.
Todos os anos é assim que preparamos o físico e o espírito para o regresso ao trabalho.
Fiquem bem.


1 Comments:

At 1:56 da tarde, Blogger pedro macieira said...

Na sequência de um desafio que me foi lançado, passei bola para aqui...
Um abraço

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home