domingo, novembro 11, 2012

A "tia" Choné está Jonet...

A vida dos "bancários", das "tias" que fazem trabalhos meritórios mas por vezes parecem que "brincam á caridadezinha", mais parecem as "tias" de antigamente do Movimento Nacional Feminino , está difícil no país de Passos Coelho, os Pacheco parece que começam a brotar mesmo em personagens fora da vida politica, e que até quando abrem a boca para comentar e darem a sua "bicada" na sociedade se dizem não politico.
à dias numa conferencia de impressa foi o "bancário" Fernando Ulrich que decidiu comentar o momento politico onde as necessidades dos portugueses começam a ser desesperantes com a subida dos impostos, aumento por isso das dificuldades financeiras originadas pela perca de salário e aumento da recessão, que veio dizer que os portugueses estavam preparados para aguentarem com mais impostos, “O país aguenta mais austeridade?... Ai aguenta, aguenta”.
Agora surge a "tia" Jonet a falar nos bifes que devemos comer ou não comer, se devemos empobrecer assim ou assado, que nos temos de prepara para sermos pobres como no tempo do Estado Novo, para quem não viu a entrevista em que se encontravam  Manuela Ferreira leite e Rui Vilar, como se a grande maioria dos portugueses comece bife todos os dias, com mais de 1 milhão de desempregado sem a maioria dificilmente volta ao mercado de trabalho, com 2 milhões de portugueses a receberem subsidio complementar para não morrerem á fome, muitos acudidos nas diferentes ONG's na alimentação e vestuário, com a abertura de novas cantinas, que mais parecem as novas cantinas das "sopa dos pobres", neste momento todos os portugueses que se mantêm na vida ativa, com trabalho certo ou precário, têm um familiar, amigo ou conhecido no drama do desemprego.
Mas a "tia" até que nem ia mal na "conversa", mas via-se que estava frenética por dar a sua bicada, e foi quando já no final lhe foi posta uma questão que ela descarrilou para o "incorretamente politico", eu diria mais "por que non te calleraste?", é assim a vida dos adormecidos neoliberais como Fernando Ulrich, Borges,  ou Gaspar e Passos Coelho, e muitos outros que pala praça vão surgindo aqui e acolá, na cultura da destruição do País começando no Estado Social e acabando por nos empurrar para a pobreza de antes do 25 de Abril, só que neste momento a Povo votante e não só está muito mais culto e formado para tolerar o empurrar para a pobreza e a ignorância, agora surge a "tia" Jonet com o mesmo fio de pensamento, preconizado no século passado por Milton Friedman, pelos vistos com muitos seguidores no país e na Europa.
Fica aqui a parte final do programa onde a "tia" deu um tiro nos pés, mas não foi a primeira e pelos vistos não será a última ...

Para quem quiser ver o programa todo deixo aqui o endereço da SIC Noticias. Manuela Ferreira Leite, Isabel Jonet e Rui Vilar
Mas a semana das noticias, que vem sendo preenchida com as vicissitudes da visita da Frau Merkel, e todo
a barafunda que isso vai originar nas forças de segurança como se estivéssemos em guerra, pois, os portugueses ao que parece estão a o querer fazer uma revolta para livrar a Europa de tal personagem, então somos ou não somos um povo "bonzinho" de que falou Gaspar á tão pouco tempo ...
Mas, o "busiles" da questão da visita da frau Merkel está na não difusão de um vídeo  secreto, do Prof. Marcelo, qual Prof. Bambo da politica, para mostrar á raça superior que são os alemães que esta "ralé", chamados PIGS, até são um Povo, porreiro pá!, até trabalham mais que os alemães, têm menos férias que eles, portanto são os escravos que eles desconheciam.
Bom a conversa já vai longa, e se fica muito comprida os portugueses não a vão ler, fico por aqui com o vido do Prof. Marcelo, aquele "tio" de Cascais que ainda vai á praia no inverno ... tem uma versão em alemão para povos cultos e em português para cá ...
Se ficarem com insónias não me culpem, tá.
Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home