segunda-feira, novembro 05, 2007

A JUSTIÇA NO PAÍS DO "TIO SAM" ...

Pelas notícias que demasiadas vezes surgem no Órgãos de Comunicação Social, o país do "Tio Sam", vulgo pátria dos policias do mundo, isso mesmo os Estados Unidos da América, as leis são muitas vezes feitas para serem usadas em proveito próprio.
País onde demasiadas vezes as provas são forjadas, onde a discriminação racial é permanente, onde os direitos cívicos sofrem atropelos sistematicamente, onde os presos com sentenças de morte vivem nos "corredores da morte" tempo demais para nos suscitarem dúvidas sobre a veracidade das sentenças.
Mais um caso surge nos jornais e revistas, na Internet, e sei lá mais onde.
Temos um activista negro dos anos 60 que vive neste corredor desde 1982, ano em que foi julgado sumariamente á morte acusado da morte de um policia branco em Filadélfia, onde trabalhava como jornalista e taxista, e ao mesmo tempo militava no Movimento das Panteras Negras, organização dos anos 60 onde entrou aos 15 anos, movimento esse que lutava contra as discriminações racistas da população afro-africanos e los latino-americanos.
Mumia Abu-Jamal, pseudónimo de Wesley Cook , nasceu em 24 de Abril de 1954, na cidade de Filadélfia, onde aos 15 anos entro para o Movimento das panteras negras.
Foi a tradução da entrevista de Laura Smith/THE GUARDIAN, transcrita na "revista Sábado".
Deixo-vos aqui os nomes de presos que estiveram no corredor da morte e depois da reapreciação dos tribunais se concluiu que estavam inocentes:
  • SONIA JACOBS que foi condenada em 1976 pela morte de dois policias e libertada em 1992;
  • PARIS CARRIGER foi condenado em 1978 e libertado em 1999;
  • DONALD PARADIS foi condenado em 1981 e solto em 2001;

Existiram sem qualquer dúvida muitos outros em situação idêntica á de Mumia, onde a fabricação de provas tem o seu peso quer por racismo quer por necessidade de afirmação dos cidadãos que deveriam fazer cumprir a lei exemplarmente, os Policias.

Pelo que me parece serem os tempos que medeiam o ano da prisão e o da libertação longos de mais para a vida de um ser humano.

Deixo aqui o meu protesto por mais estas arbiatariedade das autoridades americanas.
Por último deixo-vos alguns endereços sobre o assunto.

Mumia Abu-Jamal

A história de Mumia Abu-Jamal

Página de MUMIA ABU JAMAL

Nova Audiência para Mumia Abu-Jamal

RUA EM PARIS RECEBE O NOME DE MUMIA ABU-JAMAL!

Trabalhadores brasileiros mobilizam-se pela libertação de Mumia Abu-Jamal

Entrevista com Mumia Abu-Jamal

Mumia Abu-Jamal: "Os Estados Unidos da tortura"

Deixo por isso aqui o meu protesto desde o meu sótão de liberdade.
Fiquem bem.

1 Comments:

At 3:59 da tarde, Blogger viajante said...

No Transatl�ntico est� um coment�rio com os hor�rios e datas da Exposi�o " 120 anos da Linha de Sintra ".
E aqui fica um convite para os Azulejos.Com e
Outra(s)Janela(s) a maioria com motivos de Sintra

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home