quinta-feira, abril 25, 2013

Porreiro pá! E o Povo a pagar ...

Boa noite!

A noticia do momento são os subsídios de férias serem pagos de forma faseada, depois do Tribunal Constitucional ter chumbado a forma fascisante como o Governo tentou mais uma vez roubar os mesmos, mesmo com as tentativas de intimidar os juízes pelo neoliberal Passos Coelho e seus acólitos.

Mas! Há situações que se passam no País a que não devemos ser alheios. E o que se passa de tão importante como o roubo dos subsídios e o aumento dos impostos que vão levar a que o Povo vá caindo cada vez mais na miséria, relaciona-se com as swaps("troca" em português), e que quer este nome dizer? pois não é nada mais que produtos tóxicos que levaram as empresas do estado e muitas privadas, mas com estas estou eu bem, porque as empresas do estado lidam com dinheiros públicos derivados dos nossos  impostos e de negócios que são feitos para bem da comunidade, caso da electricidade, água, transportes, entre outros, e que fizeram estes gestores brilhantes muitas vezes ligadas aos aparelhos partidários do PSD/CDS e PS, ficamos a saber depois de ler atentamente as notícias sobre o assunto que começaram nos tempos do governo de Durão Barroso, o célebre "cherne" que trocou Portugal por um lugar na UE, eu diria que não passa de um traidor de origem maoista.

Este "problemazinho" já deu origem a um BURACO DE €2.631 MILHÕES, que ajudaram o país a endividar-se em proveito dos bancos com quem foram realizados estes contratos.
Já cairam dois secretários que estiveram envolvidos nestes processos, Paulo Braga Lino e Juvenal Silva Peneda, mas um peso pesado deste governo Maria Teresa Albuquerque, secretária de Estado do Tesouro, está bem entregue esta secretaria, que alega que a empresa onde trabalhou a Refer não contratou estes produtos tóxicos.

Mas se virmos o gráfico abaixo veremos que é falso, pois, a Refer realizou um swap de 3100 milhões, tendo uma perca potencial de 40 milhões, é pouco comparado com a Metro Lisboa que caso haja quebra de contrato perderá €1.131 milhões de prejuízo, e depois estes neoliberais e da 3ª Via vêm dizer que esbanjamos os dinheiros do país, que os funcionários do público e do privado ganham, demais, e que é preciso empobrecer.
Há que empobrecer o Povo.
Ver mais.....

E que deve o Povo perante estas notícias? Pois! Manifestar a sua intenção de correr o mais rápido com estes neoliberais que todos os dias empobrecem a população, estão a fazer a "classe média", sustentáculo da Democracia que o 25 de Abril tirou das trevas do fascismo, e amanhã, ou logo, é uma boa oportunidade de sairmos á rua em protesto em mais uma manifestação de regosismos e contra as politicas neoliberais praticadas por estes senhores que já enterraram a social-democracia e democracia-cristã.

Viva o 25 de Abril de 1974.

Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home