domingo, março 17, 2013

Consta para que a UE vai acabar em Chipre ... E qual é a pressa?

Parece que as medidas dadas para que o resgate preconizado pelos "imbecis" da troika serão catastróficas, já decidiram aplicar mais uma medida ideológica, neste caso diferente da que foi utilizada nos outros países intervencionados e, vão acabar com a União Europeia em Chipre.

Mas, que fizeram desta vez, primeiro deram garantias que se a direita tirasse do poder o governo do Partido Comunista Cipriota, Chipre seria apoiado nas medidas de apoio á recuperação económica. Mas, mais uma vez um "mas", porque chegou Chipre a esta situação? pois"! porque o Governo Comunista decidiu melhorar o poder económico do Povo cipriota, e como as medidas de melhoria social são sempre deficitárias, os custos dessa tarefa levaram o país a endividar-se.

E como o Povo acredita ainda no Pai Natal quando o partido de direita lhes disse, tal como Passos Coelho o fez em Portugal, uma serie de mentiras sobre o que faria, mas, não fez, lá está a melhor medida que a troika encontrou, tributar tudo e todos, o que levou ricos e pobres a correrem aos levantamentos bancários de todas e mais algumas poupanças, pondo em perigo a economia dos bancos.

Mas vejamos o que nos dizem os meios de comunicação, e o que vou transcrever faz mesmo sentido.


"Tim Worstall alerta para este perigo, na Forbes, recorrendo à explicação que Milton Friedman e Anna Schwartz encontraram para a Grande Depressão norte-americana. Segundo os dois economistas, esta não teria acontecido, apesar do crash de 1929 e da consequente recessão, sem a intervenção da Reserva Federal, que dizem ter gerado uma corrida aos depósitos.
Como se estancou nessa altura a corrida aos bancos? Garantindo que o dinheiro dos depositantes estaria seguro. “Ora, o que fizeram em Chipre? Acabaram com a garantia dos depósitos. Portanto, acabaram com a defesa contra as corridas aos bancos e as falências em cascata”, escreve."
Ver mais.....

Mas o mesmo economista diz que isto pode ser o principio do fim, pois, o facto de os lideres europeus se ter logo "chegado á frente" a dizer que isto não iria ser aplicado em mais nenhum país com apoio da troika, pode levar a uma desconfiança dos clientes e fazer com que estes avancem para o levantamento das poupanças ...

"O facto de os líderes europeus dizerem que a medida não será aplicada noutro país, defende Worstall, é indiferente. “Se os cidadãos acharem que já não têm os seus depósitos garantidos (…) veremos mais levantamentos em massa e mais bancos a falirem. E falências de bancos em cascata são exactamente o que nos fará cair numa nova depressão.”"


Como vemos a União Europeia começa a afundar-se e a "banda" continua a tocar alegremente sem que os lideres Europeus dêem pelo naufrágio, e com eles vai o Povo uns cada vez mais empobrecidos, os do Sul, com os "gordos" do Norte e centro cada vez mais gordos á nossa custa ...

Mais uma vez vos deixo aqui uma palavras sábias que encontrei num boletim da Cáritas, e eu até sou Ateu ...

"Abre os olhos, 
Escuta, 
Aprende e actua."

Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home