terça-feira, novembro 05, 2013

Portugal é governado por uma "trupe" de fanáticos ...

Podíamos dizer que mais uma vez estávamos a ver o filme o filme do Titanic, onde a falta de recursos de segurança dos passageiros se tornava iminente a morte num naufrágio nunca imaginado, enquanto a banda toca valsas e valsinhas, mas não, estamos no século XXI e muito longe dos mares do norte, em Portugal mais propriamente.
Contra mares e marés este governo formado por uma "trupe" de fanáticos de todos os gostos, que num futuro poderão ser muito mais perigosos do que se espera dado a forma como estão a empobrecer podendo dar origem ao populismo de um qualquer "D. Sebastião" saído das brumas do anti-partidarismo.
 Após inúmeros pareceres internos e externos, CES, SEDES, OIT, figuras públicas de relevo, economistas. etc, o governo de fanáticos continua a governar em piloto automático e assobiar para o lado a canção do Titanic a afundar-se.

Ontem era o ministro da lambreta, aquele que trocou a mesma por um topo de gama pago por nós, Mota Soares, sobre o relatório da OIT, nada de novo que por cá já não tivesse sido dito e percebido pelo Povo, e que disse este menino de coro? Que o Salário Minimo Nacional não podia ser aumentado porque a Troika não o permitia, tudo isto é uma falsidade pegada, se é na concertação social que isto se resolve, porque razão quando no passado presente em concertação social os sindicatos e os patrões estavam de acordo em aumentar o SMN o governo de Passos Coelho vetou tal medida?

Também Cavaco Silva se pronunciou sobre a situação do aumento do SMN, dizendo que é na concertação social que tal tem de ser decidido, tudo bem, mas para um liberal como ele à tempos afirmou devia ter como atributos fazer perceber ao Governo que o Estado é o motor da economia e não o elemento destruidor da mesma e subsequente do País e do seu Povo.
M;as todos sabemos que Cavaco Silva dado o seu imobilismo é o pior Presidente que Portugal teve em democracia, e que o próprio PSD gerou o pior presidente e 1º Ministro, Passos Coelho, que o país teve. A fobia de um Presidente e um Governo do mesmo partido tem gerado o descrédito dos políticos porque todas as formas servem para alcançar os objectivos mais sórdidos que existem na vida politica.
Agora sim caminhamos para o atoleiro da pobreza de que saímos em 25 de Abril de  1974, caso não consigamos alterar as politicas deste governo através de eleições legislativas

No relatório da OIT é realçado que as margens do défice devem ser alteradas, que o governo deve promover o emprego, isto é, que o governo deve ser o motor interventivo na economia do país e não o contrário. .

Depois vem o fanatismo do ministro da educação com a proposta de aumentar os currículos do secundário nas disciplinas de Matemática e do Português, á qual junta agora a Físico-Química, mais uma vez contra todos os pareceres de personagens e associações ligadas disciplinas atrás referenciadas, onde só faltou dizerem que este ministro é um ignorante, propostas que á muito foram retiradas dos currículos escolares nos país desenvolvidos, se isto não é mais uma tentativa de destruir por dentro o ensino público o que será então. Mas, o mais grave é ouvirmos comentários de apoio sem demonstrarem o menor conhecimento sobre a matéria.


Pelo que lemos dos diversos relatórios passamos a perceber o porquê do pedido de demissão de Gaspar.

Por último fazer uma referencia a estudo feito pelo Centro de Estudos Sociais sobre a destruição duradoura dos orçamentos que medeiam os anos 2011-2014 que através dos cortes cegos e intoleráveis levaram a uma redução do défice mas, em contrapartida a um processo recessivo que tem empobrecido a maioria do Povo e a quase extinguir a Classe Média que como todos sabemos é o garante da Democracia.

Por tudo isto a greve de dia 8 dos Funcionários Públicos, assim como todas as que se têm realizado ou vão ser realizadas têm de ser encaradas como um garante da defesa da Democracia.

Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home