quarta-feira, julho 31, 2013

A degradação do património urbano em Sintra

Boa tarde!
Como estou de férias, tenho andado por aqui por Sintra a tratar de assuntos que noutras alturas não posso realizar, depois de carimbar a minha autorização de condução, renovei a carta em Abril e ainda não recebi a carta de condução, já lá vão 4 meses e nada, tenho uma carimbadela para mais 120 dias.
Bom, mas o que me leva a vir aqui hoje colocar uma prosa diz respeito ao passeio que acabei de realizar por dentro do Parque da Liberdade, até chegar ao antigo court de ténis tudo ia bem, trabalhadores da câmara a limparem os jardins, bom trabalho que penso eu fazem todos os dias, mas o que mais me chocou foi quando constatei que, eu já sabia, o court de ténis havia desaparecido e, que no seu lugar havia sido colocado o antigo pavilhão de Macau, e se estivesse em uso ou preservado tudo bem, mas o que acontece é uma perfeita degradação.
Isto são dinheiros públicos mal utilizados pelos diferentes presidentes de câmara que por Sintra têm passado, todos serem de Sintra ou morarem á tempo suficiente para conhecerem ao pormenor os problemas dos munícipes ou mesmo ter uma noção básica da realidade deste município.
E quem passou pelo município de Sintra senão os grandes senhores do PSD/PS, que deixaram parte do património degradar, tal como acontece na grande maioria da freguesia de S. Martinho.
As fotos que aqui estão são só uma pequena parte dessa degradação, neste caso provocados pelas disputas entre o PS, freguesia de S. Martinho, e câmara com maioria PSD/CDS.
Onde se encontra esta degradação existia isso sim um belo court de ténis ...

Felizmente ninguém teve ainda a "coragem" degradante de destruir o ringue de patinagem onde muitas glorias do Hóquei Club de Sintra e nacional deram as primeiras patinadelas, em tempos em que o desporto era mais que tudo.
O quiosque ainda lá está e, com bom aspecto, foi agradável beber um cafezito sentado sobre uma das árvores
centenárias, o degradante foi continuar a ver o Pavilhão de Macau em perfeita degradação.
Ainda por lá estão de pé os sanitários, não me pareceu que estivessem em serviço, mas ainda não foram abaixo.
Assim como os "caldeirões" do balcão ...

Mas Sintra não pode ser só os seus palácios, tem também de serem preservados os seus jardins e transportar para eles edifícios que dificilmente se enquadram na paisagem é no mínimo grotesco.
E a imagem que se segue não chega para que os turistas vão de Sintra de olho regalado.
Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home