sábado, abril 26, 2014

O 25 de Abril e os seus 40 anos

Boa tarde.

Hoje o texto é em honra de um familiar que muito me transmitiu, tal como o meu pai, os valores da Democracia e de como nunca devemos deixar que nos pisem, esse familiar foi António Cavalheiro, o último fogueteiro de Montelavar.
Militante anti-fascista que prescindiu de valores materiais e de uma vida familiar tranquila em favor dos oprimidos.


Temos desde que Passos Coelho e Portas chegaram ao poder paladinos que lutam contra a miséria a que esta dupla esta a empurrar o povo português, um desses é Mário Soares que já se esqueceu do mal que o grande apoiante em Portugal das politicas da 3ª Via de Blair, José Sócrates, vulgo Pinto de Sousa.
Pois, Dr.º Mário Soares a 3ª Via não está muito longe da politica de despesismos e austeridade ao mesmo tempo, vejamos que foi com Sócrates que começaram as reduções salariais dos Funcionários Públicos, ou dos ataques ao Serviço Nacional de Saúde, sim com alguma dissimulação, coisa que estes neoliberais não conseguem fazer.

Sabe pouco ou nada me interessa que Cavaco use ou não um cravo no 25 de Abril, o cravo não faz dele uma figura agradável e democrática.

Mas, Dr. Mário Soares já se esqueceu que foram as suas ideias anti-comunistas, diria mesmo o medo do comunismo, que levaram a mudanças tão radicais no 25 de Novembro que culminaram no estado de coisa a que este Estado chegou, Salgueiro Maia lá onde estiver deve estar a pensar naquela sua frase mítica que é cada vez mais actual.

O senhor e o seu partido nada tem a ver com o socialismo, nem democrático quanto mais social, o senhor e a maioria não passam de sociais democratas que disputam com o PSD o mesmo lugar na politica portuguesa, por tal as politicas do volta ao mesmo são sempre as mesmas, que pensa que vai fazer António José Seguro, na sua insegurança, quando chegar ao poder, mais do mesmo, tal como Hollande faz nesta altura, crise sobre crise, roubo de salários e reformas sobre roubos, e tudo o mais continuará na mesma.

Passados tantos anos ainda continua a ter a mesma ideia fixa de anti-comunista de que o PCP com 12,46% (30 deputados) quereria tomar o poder pela via revolucionária, e onde estava a base de descontentes para se subjugar ca. de 78% da população portuguesa, os partidos da direita incluindo o PS e os militares anti -comunistas como Jaime Neves e Ramalho Eanes o que quiseram foi por fora de combate o PCP, mas o tiro saiu-lhe pela culatra, e eu não esqueço o ataque cobarde dirigido e comandado pelo Grupo dos Nove e tendo como executante Jaime Neves, onde as balas choveram sem a menor necessidade sobre as cabeças do Policias Militares de Lanceiros.  

Bom! Isto é só um pequeno desabafo.

Quanto a Vasco Lourenço por muito que esperneie agora com os seus discursos, que deveriam ter começado á muito, não o ilibam dos muitos anos de conivência com o poder politico que foi criando "Jobs for boys" nos paridos do arco da governação, PS/PSD/CDS, e que adoptaram por um lado a mentira e o compadrio como forma de atingirem o poder, mas o Povo ai não está isento, nos últimos 20 anos o absentismo provocado pela ignorância e o desrespeito por eles mesmos ao abdicarem dos mais elementares direitos que lhes foram dados com o 25 de Abril pela via eleitoral, só agora começam a protestar na rua, é verdade que mais vale tarde do que nunca. Agora é ver "povinho" de todas as classes sociais a desfilar no 25 de Abril ou no 1ª de Maio, ou mesmo nas manifestações da Inter ou nas inorgânicas, claro quando cortam doí.
Fica aqui um documento da Ass. 25 de Abril:


O que deveriamos gritar bem alto é de que "No Jobs for boys" nunca mais. 


Este é o povo anónimo que idolatra os Capitães de Abril e o "Chaimite" veiculo militar que simboliza a queda do Fascismo em Portugal.

A luta ainda agora vai a meio, mas será que a consciência dos direitos democráticos dos portugueses não se vão desvanecer de novo quando o actual Governo cair e a ilusão de que (in)Seguro com as suas promessas, é que ainda o não consegui definir ideologicamente, de melhoria e a vinda do verão e a prainha aqui tão perto, os portugueses fiquem de novo á espera de que os políticos resolvam tudo sozinhos?

Bom por hoje é tudo.

Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home