quinta-feira, agosto 28, 2014

As maldades dos criminosos do FMI e BM

A conversa de que os países vivem acima das suas possibilidades, isto é que o défice tem de ser algo não é aceitável, já é conversa que vem sendo introduzida desde que o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Mundial (BM) foram criados após a 2ª Guerra Mundial, e a sua massificação é tão bem administrada que as populações tomam-na como um mal menor que tem de ser erradicado.
Não há comentador profissional ou mero debitador de ideias feitas que não decida botar faladura
Ao lado dos neoliberais que dentro e fora nos forçam a empobrecer á viva força.
Hoje com a apresentação do Orçamento Retificativo mais uma vez nos apercebemos que a engenharia económica é algo de pernicioso, nem mesmo o facto da dívida pública ter aumentado.
Hoje trago-vos um pouco de um do que o FMI e o BM fazem com os diversos truques sujos para ao longo da sua existência terem levado, e continuarem, a levar os países, nomeadamente os mais desfavorecidos a empobreceres ainda mais.
Ao lermos o livro de Santiago Camacho, “A troika e os 40 ladrões”, podemos ver o que com esses truques (pág. 115) aconteceu em países de África e da América Latina, nomeadamente no Perú (pág. 122) com as politicas de choque de Alberto Fujimori, choque esse de impostos provocado sempre pelos mesmos criminosos (FMI e BM), que ao contrário de resolver o défice, o veio a alargar, tornando às populações empobrecidas uma situação calamitosa, onde os cortes na saúde, nomeadamente, levaram a um surto de epidemia de cólera em 1991(pág. 125) dada a pobreza e a desnutrição da população peruana.
Deixo-vos também uma tabela onde podemos verificar em alguns produtos de desenvolvimento e alimentares onde o grau de inflação leva á compreensão do porquê de o desenvolvimento de um país nestas condições dificilmente se poder recuperar economicamente.

IMPACTO DO TRATAMENTO DE CHOQUE NOS PREÇOS AO CONSUMIDOR (pág. 123)
(Zona metropolitana de Lima, Agosto de 1990. Preços em intis)

Produto
Antes de 3 de Agosto
Depois de 3 de Agosto
Aumento em percentagem
Querosene (gal.)
19
608
3100
Gasolina (84 oct.)(gal.)
22
675
2968
Gás propano (924 lb)
41
1120
2632
Pão (36 g/unidade)
2
25
1150
Feijão (kg)
240
2800
1067
Batata branca (kg)
40
300
650
Farinha (kg)
220
1500
531
Leite (lt)
60
290
383
Esparguete (kg)
180
775
331
Óleo vegetal (lt)
220
850
236
Arroz (grau A) (kg)
94
310
230
Leite em pó (410 gr)
100
330
230
Ovos (kg)
170
540
218
Frango (kg)
213
600
182

E nesta conjetura de maldades cometidas pelos criminosos do FMI e BM serem as de “ou aceitas e empobreces o Povo, desmantelas a empresas do estado, acabas com ao Funcionários Públicos, etc …”, ou não levas nenhum dinheiro, entrando assim o país para a lista negra de não haver nenhum apoio, quando se deveria passar o contrário.
Isto foi o que se passou no Perú, e noutros países tanto em, África como na América do Sul, e noutras latitudes, e é o que se está a passar nestes últimos tempos com os governos de direita na Europa do sul, onde Portugal, governado pelos neoliberais Passos Coelho e Portas, é dos mais penalizados, sem falar da Grécia, que com as suas politicas de “bons alunos” levam o país e o Povo para uma vida difícil, de miséria e fim de uma classe média que é em qualquer democracia o suporte de um país democrático, na próxima década.

Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home