sexta-feira, novembro 13, 2015

Passos Coelho e a revisão da Constituição Portuguesa

Ontem, fomos surpreendidos pelo convite de Passos Coelho ao Partido Socialista para uma revisão constitucional que, esta sim, seria uma verdadeira golpada.
Mas, mais uma vez este neoliberal demonstrou um desconhecimento da constituição como procura aterrorizar os portugueses com a propagação de medos sobre a existência de um governo de esquerda, continuando a qualificar os partidos da esquerda de esquerdistas.
Jorge Miranda hoje na Antena 1, durante o o fórum da manhã, desmistificou o provocatório convite para a revisão da Constituição Portuguesa para que fosse legislado a dissolução do Parlamento ao gosto da conveniência de um qualquer partido, para alterar as regras do jogo.
Jorge Miranda enumerou um sem número de situações que impediam essa alteração, por um lado o tempo que medeia a discussão e a aprovação da alteração constitucional, por outro lado as novas eleições iriam cair sobre as eleições presidenciais, o que pela Constituição não é possivel essa proximidade.
Mas, Maria de Belém assume as mesmas nuançes que Jorge Miranda enumerou.
Tá-se bem!
Estou ouvindo no Contraditório da Antena  os protectores de direita Raul Vaz e o sempre propalado direitista Luís Delgado, uns anti-comunistas da pior espécie, safa-se mesmo á justa Ana Sá Lopes.
Continua-se bem!
Parece-me, e nisso concordo com o direitista Raul Vaz, Passos Coelho ao quer ficar em governação nem minoritária nem de gestão, por tal a sua proposta irreal de fazer uma revisão constitucional para acabar com os 6 meses de sabática onde um qualquer Presidente da República podia dissolver a Assembleia da República só porque não gostava dos deputados eleitos.
Tá-se mesmo bém!
O pânico dos neoliberais do PSD é algo que era inimaginável, só comparável com as ideias de que talvez fosse bom suspender a Democracia como  propunha em tempos Manuela Ferreira Leite ...
Como vêm tá-se bem! neste mundo do país do irreal de Passos Coelho e Paulo Portas acompanhados das idolatradas figuras do PSD/CDS.
Esperemos pelos próximos resultados para vermos se o cavernoso Sr. Silva, Cavaco para os amigos, toma finalmente uma decisão correta, ao convidar António Costa a formar governo.
Tá-se bem.
Fiquem também bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home