domingo, fevereiro 17, 2008

As coisa que se passam no "país de Sócrates" ....

Vai-me faltado a inspiração e o tempo para escrever sobre o que se passa neste "país de Sócrates" e no resto do Mundo.

Mas hoje está a passar-se algo que deveria levar a uma análise mais aprofundada nas convulções que surgirão em breve aqui pela Europa, europa esta que mais uma vez se submete á loucura do presidente dos Estados Unidos da América, sr, Bush e companhia, o Kosovo com a benção de uma serie de lunáticos proclamou a independência.

Não está em causa o direito aos povos tornarem-se independentes, o que está em causa é a forma como se o faz.

E então que tal fazerem uma forcinha para dar a independencia ao "Povo Basco:

Kosovo:Governo basco considera independência lição a seguir

onde um movimento autonomista combate o governo de Madrid, que pensará disto o "nosso Primeiro", José Sócrates, e o seu ministrop dos negócios estrangeiros, Luís Amado.

Mas ao longo da semana passaram-se outros acontecimentos por cá e pelo resto do mundo que nos deviam também pensar o porquê de sucerem.

A história mal contada, quanto a mim e não só, do pretenço golpe de estado em Timor Leste, onde o Alfredo Reinado é morto antes de perpectuar tal acto contra o presidente Ramos Horta, quem matou d quem atirou sobre Horta, e que actitude toma Portugal em relacção á potencia da zona Austrália, nada, sbmete-se mais uma vez.

Este sábado houve mais uma manifestação de desagrado de um grupo de professores pelas consequencias que a política do "nosso Primeiro", José Sócrates, e da ministra da educação, Maria de Lurdes Rodrigues, está a ter no ensino. E ao que parece esta manifestação fugiu ao controlo dos sindicatos, basta ler o que o presidente da FENPROF disse ao Jornal Público:


Fenprof demarca-se de manifestação à porta da sede do PS


pelos vistos já nem os sindicatos controlam a contestação ao Governo deste "país de Sócrates", mas o "nosso Primeiro", José Sócrates, com todo o se "autismo" continua a empiurrar-nos para a miséria.

Mas não é tudo, na revista Visão vem algo que envergonharia os nossos emigrantes dos anos 60, claro que o "nosso Primeiro", José Sócrates, não sabe nada do que eram aqules tempos, embora lá da sua região, aquela onde ele fez uns desenhos para emigrantes, lembram-se?, pois faz algum tempo deu á praia da Culatra um grupo de emigrantes marroquinos que sem mais foram despachados para a origem.

A Visão trás agora uma reportagem sobre a vida de alguns deles, tem o título sugestivo de "Os Naufragos da Culatra", faz bem ler para nos relembrarmos de tempos antigos:


A história dos marroquinos expulsos em imagens

As coisa boas que tivemos foi o congresso da CGTP-IN e a quase certa eleição para secretário geral do Carvalho da Silva.

Parabéns.

Fiquewm bem.

2 Comments:

At 10:24 da tarde, Anonymous tibeu said...

Para descansar de politica deixo aqui um beijo e votos de boa quarta feira

 
At 12:49 da manhã, Blogger zé lérias said...

Não peças a quem pediu nem sirvas a quem serviu ...

Um abraço

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home