domingo, novembro 16, 2008

O Governo do "país de Sócrates" está a ficar podre ....

O "pais de Sócrates" está a ficar com um cheiro a podre, até aqui eram os problemas criados pela ministra da educação, Maria Lurdes Rodrigues, onde o Sindicato dos Inspectores da Educação defende suspensão de processo
Não há condições para avaliar professores
Para o Sindicato dos Inspectores da Educação e do Ensino, não é exequível avançar já com o processo de avaliação dos professores
O presidente do Sindicato dos Inspectores da Educação e do Ensino (SIEE), José Calçada, defendeu ontem a suspensão do processo de avaliação de desempenho dos professores, alegando que o modelo definido pelo Governo 'não é exequível', 'Não tenho a menor dúvida de que o processo deve ser suspenso. Não estou sequer a emitir juízos de valor sobre a qualidade ou falta de qualidade do modelo [definido pelo Ministério da Educação], mas apenas a dizer que ele não é exequível. No que respeita aos inspectores, é absolutamente inexequível', afirmou o responsável, em declarações à Lusa.
(Notícias da Manhã)
A própria ala mais á esquerda dentro do PS têm contestado as políticas postas em prática pelo governo de José Sócrates, e Manuel Alegre e mais 5 camaradas seus votaram contra a aprovação do Código do Trabalho.
E os professores voltaram a sair á rua em protesto neste sábado, 15 de Novembro, estes convocados por estruturas não sindicais, mas sim pelos Movimento de Mobilização e Unidade dos Professores (MUP) e pela Associação de Professores em Defesa do Ensino (APED), que seguramente terão neles muitos professores que terão votado PS e na melhor das hipóteses não voltarão a votar neles.
Depois surgiu o "nosso Primeiro" com uma nova vocação, a de "vendedor ambulante" lá para os lados da Venezuela onde "vendeu" imensos "Magalhães", ao presidente Hugo Chaves, aquele computador que vai impingindo aos mais incautos, mas os problemas do "nosso Primeiro", José Sócrates, não terminaram aqui.
O ministro da Economia, Manuel Pinho, é protagonista de mais uma gafe, ou será mais uma tramóia, quando escolhe o seu "amigo" de longa data, que com ele protagoniza negócios pouco claros, e como amigo sempre é amigo toca de escolhe-lo para Presidente da Autoridade da Concorrência (AdC)
Bom Manuel Pinho é assim .... e José Sócrates não lhe fica atrás, surgiu entretanto a notícia do fecho das minas de Aljustrel e Castro Verde A Lundin Mining Corporation, grupo sueco/canadiano, anunciou a suspensão da extracção e produção de zinco nas minas de Neves-Corvo (Castro Verde) e Aljustrel (Beja), devido à baixa cotação daquele metal no mercado e até que «haja uma recuperação dos preços». No caso de Aljustrel, esta decisão implica colocar o complexo em situação de «care and maintenance» (manutenção das instalações) e tem «efeitos imediatos».(Portugal Diário), o mais estranho de tudo isto é que o "nosso Primeiro" esteve na reactivação das minas de Aljustrel com "pompa e circunstancia", na altura, claro, o que disse o "nosso Primeiro" disse
Aljustrel, Beja, 19 Mai (Lusa) - O primeiro-ministro, José Sócrates, apontou hoje a reactivação das minas de Aljustrel como exemplo dos projectos de que o país precisa porque envolvem investimento, criam emprego e contribuem para o reforço das exportações.
"Esta mina trouxe investimento, deu trabalho e vai contribuir para aumentar as exportações. Investimento, emprego, exportações, é disto que o país necessita e são estes exemplos que temos que puxar para cima e evidenciar", destacou o primeiro-ministro.
José Sócrates discursava, em Aljustrel (Beja), na cerimónia que assinalou o arranque simbólico da produção comercial nas minas locais, encerradas desde 1993 e reactivadas pelo grupo sueco/canadiano Lundin Mining, através da empresa concessionária do complexo, a Pirites Alentejanas.
O primeiro-ministro qualificou a cerimónia de hoje como uma "rara oportunidade" que "nem todos têm", numa alusão à sua presença na retoma da produção depois de, há dois anos, já ter presidido à assinatura do contrato de investimento entre o Estado e o grupo mineiro interessado na reactivação da extracção.
(sapo notícias/Lusa)
Mas segundo parece o país não se encontra em "recessão" ...... quem acredita? este governo encaminha-se para o abismo ......
O que disse o "nosso Primeiro" acerca da recessão.

“A nossa economia resiste e continuará a resistir”, afirmou o primeiro-ministro, em reacção aos dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e pelo Eurostat, que indicam que a economia portuguesa registou uma variação nula do PIB durante o terceiro trimestre deste ano, quando comparado com o período imediatamente anterior. Portugal escapa, assim, por pouco, à variação negativa do PIB que se regista no total da Zona Euro.
José Sócrates sublinha que “Portugal não se encontra na lista de países em recessão”, enfrentando “um abrandamento, mas que não corresponde a uma recessão”.
(Público)

Quem acredita nestes governantes, que ora obrigam a apertar o cinto, ora mostram que tudo está bem? pouca gente.

Será que não há para ai mais nenhum, banco aflito ou mais uma empresa com subsídios do estado a fechar?

Esperemos para ver.

Fiquem bem

2 Comments:

At 1:53 da tarde, Anonymous Andesman said...

Essa coisa da avaliação dos profs. é coisa simples aqui na Madeira: AJJ decretou Bom para todos e acabou-se. Antes já tinha avisado que não haveria avaliação, que aqui os marxistas não entrariam nas escolas. Mas depois, igualdade para todos não é assim a modos que uma coisa marxista? Pergunto eu que sou "pirata"?!

 
At 4:37 da manhã, Anonymous Jofre Alves said...

Esta questão da avaliação dos professores é demonstrativo da cegueira pseudo-reformista deste desgoverno e até demonstra que não tem vergonha nenhuma quando se trata de salvar a face. Aquelas medidas de simplificação são um remendo atamancado por quem conduziu as escolas para um clima de instabilidade e de burocracia. É mais uma habilidade política para salvar a ministra, uma personagem sinistra e alienada, mesmo quando reconhece por via indirecta que criou mais burocracia nas escolas, uma grelha absurda e que o modelo tinha problemas graves. Como sempre foi um prazer passar pelo seu excelente blogue.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home