segunda-feira, maio 20, 2013

O Sr. Silva a santo padroeiro da desgraça ...

Boa noite.
Ficamos a saber que a Maria é uma devota a Nossa Senhora de Fátima, isto realçado por um ateu até parece heresia, mas eu sou muito complacente com quem acredita no que acredita, mas que o Sr. Silva se sirva de tal devoção para dizer que a aprovação da sétima, oitava, ou lá a posição em que a análise dos tecnocratas de baixa categoria da troika aprovaram as contas que o Governo de Passos Coelho e do Gaspar, não é aceitável e, só me faz lembrar os tempos do Estado Novo onde a mistura entre a Igreja e o Estado se confundiam, e só nos falta a máxima "Deus, Pátria e Família" e isso nunca mais queremos que nos caia sobre a cabeça.

Mas depois desse destemperado intestinal do Sr. Silva e, para suavizar a coisa, decidiu convocar o conselho de estado, onde se sentam na maioria personagens cinzentas da nossa classe politica, que mesmo com criticas vão dar a bênção ao Sr. Silva, o mesmo que hoje se esqueceu que era o dia dos Açores, coisa menos comparada com a análise de algo que não se sabe, com tanto empobrecimento, se vai suceder na próxima década, a análise do "pós troika" ... hilariante nê? pois o que se devia estar a discutir naquela reunião, onde Mário Soares entra prega sermão e sai como entrou calado.

"A intenção do Presidente da República é olhar para a frente, muito lá para a frente. Para daqui a um ano, quando a troika deixar formalmente Portugal. Cavaco Silva reúne-se hoje com os seus conselheiros de Estado para discutir o futuro da economia nacional quando o país já não estiver sob assistência financeira. Mas provavelmente esse será um olhar demasiado para a frente. Porque o pós-troika também passa pelo facto de saber se o actual Governo e as suas políticas se - e como - aguentam até lá."
Ver mais.....


Num país onde o desemprego ronda o milhão de desempregados, desses cerca de 44% já não aufere subsídio, a pobreza alastra, levando á miséria muitas famílias, este Presidente que já não representa os portugueses porque a sua visão não faz parte da realidade em que vivemos, vem propor a utopia de discutir algo que ninguém sabe qual o dia em que os parasitas troikanos, incluindo Passos Coelho e Gaspar. se vão definitivamente embora ...

Ficamos a saber que num estudo da Eurosondagem os portugueses querem outras politicas e a renegociação da dívida, pelo que podemos concluir que a credibilidade deste Governo e do próprio Presidente da República andam pelas horas da amargura, já ninguém acredita que esta austeridade nos leve ao "paraíso", ao "inferno" isso sim vamos já á muito a caminho.


"Pela primeira vez desde a assinatura do memorando datroika, a maioria dos portugueses são a favor da sua denúncia, segundo um estudo da Eurosondagem apresentado hoje numa sessão de avaliação sobre o segundo ano da troika, feita pelo Instituto Europeu da Faculdade de Direito de Lisboa.
Assim, 41,5% pensa que Portugal deveria denunciar o memorando, enquanto outros 41% são a favor da sua renegociação. Apenas 10,8% acha que o país deveria cumprir o acordado, ao passo que 6,7% não sabe ou não responde."
E assim vai a vida desgraçada dos portugueses neste pântano bananal á beira mar plantado, governado por aprendizes de feiticeiros, Passos Coelho, com o seu "Merlin", Gaspar e com a complacencia de uma serie de cavaleiros da Távola Redonda, capitaneados pelo Rei Artur, o Sr. Silva, onde não falta o Lancelote, Portas, que buscam o Santo Graal, e como o folclore desta governação só nos leva a empobrecer cada vez mais, a revolta começa a ser cada vez mais latente e ruidosa.

Para concluir só nos resta apelar a que este governo emigre para bem longe de nós, em especial Passos Coelho e Gaspar e, que o Sr. Silva decida apresentar um pedido de reforma antecipado e vá lá para Boliqueime tratar da sua colecção de rosas, até pode ir á missa todos os dias para espiar as suas culpas pelo atoleiro em que fomos colocados desde que foi Primeiro Ministro deste bananal á beira mar plantado, de que tanto gosto.

Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home