terça-feira, janeiro 27, 2009

Watergate à portuguesa? ou algo mais ? ..........

Já faz alguns dias que fomos acordados para aquilo que todos pensamos mas temos medo de dizer, a promiscuidade entre a política e os empresários, só que agora também introduz um dado novo, ou será velho?, que são os familiares dos políticos, sãos os pais, tios, os primos, etc, isto dando fé nas noticias vindas nos jornais dos últimos dias.
Então eis que surge o caso Freeport, talvez devesse dar como titulo a este post o "Freeportgate", ou será mais "Sócratesgate", mas não não devemos julgar criminalmente alguém sem que os Tribunais assim o decidam. mas, politicamente cá estamos para o fazer.
Bom o título fica como está, "Watergate à portuguesa? ou algo mais ..........".
Vejamos o que diziam e dizem as notícias.
Começaram assim as notícias, talvez, ..... mais cedo.

"Licenciamento do outlet de Alcochete põe primeiro-ministro em xeque
24.01.2009 - 00h18 PÚBLICO
José Sócrates viu-se ontem à noite no centro da polémica do licenciamento do Freeport de Alcochete, depois de a TVI ter posto no ar partes de uma entrevista dada ao semanário "Sol" pelo seu tio, Júlio Eduardo Coelho Monteiro, onde este afirma ter proporcionado uma reunião entre o promotor do empreendimento, o britânico Charles Smith, e o último ministro do Ambiente do Governo Guterres. Já perto das 22h00, o primeiro-ministro emitiu um comunicado em nome pessoal garantindo que “a aprovação ambiental do empreendimento Freeport cumpriu todas as regras legais aplicáveis à época”, rejeitando “todas as insinuações e afirmações caluniosas que envolvem o meu nome a propósito deste caso”.
"
A verdade é tudo isto foi aprovado em fim de mandato do governo do "fugitivo", António Guterres.

Parece que o "nosso Primeiro" está metido em sarilhos .....

O assunto é tão grave que até o ministro da Presidência, que mais parece um "sósia" do "nosso Primeiro" Pedro Silva Pereira á SIC para ser entrevistado, não sei se a convite se se fez convidado, não gostei nada do que ouvi.

"Freeport: ministro da Presidência nega ligação entre alterações na ZPE e Declaração de Impacto Ambiental
27.01.2009 - 09h16
O ministro da Presidência garante que os limites da Zona de Protecção Especial (ZPE) não foram alterados por causa do Freeport, lembrando que o projecto obteve a Declaração de Impacto Ambiental dois meses antes das mudanças da ZPE.
Pedro Silva Pereira, que em 2002 - aquando da Declaração de Impacto Ambiental e da alteração dos limites da ZPE do Estuário do Tejo foram aprovadas - era secretário de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza - deu esta garantia durante uma entrevista conduzida por Mário Crespo, na SIC.
Para o Ministro da Presidência, o caso Freeport está a viver de "suspeitas alimentadas na comunicação social".
"Tudo deve ser investigado e investigado até ao fim", disse."
político

Então no meio disto tudo á ou não que fazer um julgamento político?, depois do que se tem passado no mandato do "nosso Primeiro" tudo me leva a adensar uma grande desconfiança por este tipo de políticos da nossa praça.

Mas, não ficamos por aqui, não gostei nada de ouvir o Bastonário da Ordem dos Advogados insurgir-se contra as buscas efectuadas em escritórios de advogados, então os advogados não estão ao mesmo nível dos outros cidadãos?, só cá faltava o homem com jeito para "ferrador", ora dá no cravo , ora dá na ferradura.

"Abertura do ano judicial
Bastonário reafirma críticas a buscas realizadas a escritórios de advogados
27.01.2009 - 16h11 Lusa, PÚBLICO
O bastonário da Ordem dos Advogados repetiu esta tarde, na cerimónia que marca a abertura do ano judicial, as críticas às buscas efectuadas a escritórios de advogados “sem respeito” pelas “imunidades legais e constitucionais" e considerou que estas só devem ocorrer quando existirem “fortes indícios” de crime.
“Chegou-se já ao ponto de não se poder confiar nos advogados porque os seus escritórios podem ser alvo de buscas sem respeito pelas suas imunidades legais e constitucionais”, declarou António Marinho Pinto, depois de ontem à noite, em entrevista à TSF, ter dito que a realização de buscas com “mandatos em branco”, “unicamente para recolher elementos que possam interessar a algumas investigações” constitui uma “prática própria de estados terroristas”. "

Não percebo, é verdade que os advogados trabalham para outrem, não é verdade?, então se o pagador se porta mal, não será justo de pensarmos que o prestador de serviço poderá ter algo a falar para a justiça, isto não tem nada a ver com sigilo.

Há que ler com atenção as notícias, ter os ouvidos bem abertos, e usar a nossa independência para analisar tudo o que se ouve dizer.

Voltamos a não ficar por aqui, vamos dar uma volta por outra zona da politica portuguesa.

Mais um militante do Partido Comunista bateu com a porta, ao que parece os procedimentos usados ainda hoje são os mesmos que me fizeram abandonar a militância nos anos 90.

"terça-feira, 27 de Janeiro de 2009 14:45
Sines: Presidente do município anuncia desvinculação do PCP
O presidente da Câmara Municipal de Sines, Manuel Coelho, eleito pela CDU, anunciou hoje a sua desvinculação do PCP, alegando «recriminações e acusações» do partido relativamente a decisões tomadas enquanto autarca.
«Tomei a decisão de me desvincular do PCP, no qual militava há mais de 35 anos», revelou hoje o autarca em conferência de imprensa, realizada no município.
Manuel Coelho, que está a cumprir o terceiro mandato à frente da câmara de Sines, disse ter comunicado pessoalmente, no sábado passado, a «três elementos dirigentes» do PCP, a sua decisão de se desvincular do partido.
«Esta decisão foi transmitida pessoalmente, sábado, após uma discussão semelhante a outras [ocorridas anteriormente] e que levou, inevitavelmente, a esta decisão», afirmou.
"
E assim lá continua a dar tiros nos pés, com atitudes de prepotência, que pela minha experiência fogem por vezes ao conhecimento da direcção, vai mais pelo zeloso método do Estalinismo de alguns funcionários e dirigentes regionais.

Vá vão lá digerindo estas notícias e outras de igualha parecença.

Fiquem bem

1 Comments:

At 2:07 da tarde, Anonymous Andesman said...

Meu caro, a porca da política cada vez está mais porca.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home