terça-feira, janeiro 22, 2013

Porreiro pá! Os nossos "usurários" são uns gajos porreiros....

Hoje ficamos a saber que os nossos "usurários" são mesmo uns gajos porreiros, decidiram dar-nos mais tempo para podermos pagar a dívida, vamos é a ver se não é mais uma intrujice dos Pachecos que nos governam.
Mas houve logo festa no Governo com as muitas entrevistas que Gaspar deu, e o PS a cantar vitoria dizendo o mesmo do costume, o (in)Seguro veio logo fazer uma conferencia.

"Esta medida é uma medida positiva que vai ao encontro daquilo que o Partido Socialista sempre defendeu", afirmou à Lusa Eurico Dias, lembrando, no entanto, que o PS pediu em dezembro de 2012, "aquando do Conselho Europeu, a extensão dos prazos das maturidades dos empréstimos da 'troika' a Portugal", como aconteceu com o caso grego.

Mas não consta que tenha dito nada contra o facto de hoje mesmo os desempregados terem começado a ficar com menos 6% do seu subsídio de desemprego,

Os desempregados em Portugal começam hoje a sentir o valor da redução no subsídio de desemprego, em virtude do corte de 6% na prestação decretado no Orçamento do Estado (OE) para este ano.

consta que é para os obrigar a procurar emprego, mas uma pergunta fica no ar, onde?

Portugal foi o segundo país da OCDE, depois da Grécia, onde a taxa de emprego mais caiu no 3.º trimestre de 2012, recuando 2,5 pontos percentuais para 61,9%.

Uma coisa é verdade ficamos em segundo lugar num Europeu que por cá se realizou, e agora estamos em segundo lugar pela pior das situações que nos calhou em sorte graças á governação neoliberal do governo de Passos Coelho e do seu ministro das Finanças, Gaspar.

Como á tempos disse estamos muito próximo de um pós-guerra, ainda estamos em guerra contra a usura, como a 1.ª Guerra que levou a Inglaterra a enterrar as teorias neoliberais e a optar pela aplicação das ideias de Keyne.

Mas hoje ficamos a saber que este governo também tem um grande apaixonado pelo mar, tal como o Sr. Silva, pois é, Aguiar Branco, ministro da Defesa, fez hoje a defesa do Portugal marítimo, esqueceu-se que foi cavaco Silva que abriu o caminho para as autoestradas, não marítimas, mas terrestres, eu cá gosto mais de ir pelas nacionais, é mais divertido e económico.


O ministro da Defesa criticou hoje as verbas gastas "em excesso" nas últimas décadas na construção de auto-estradas e lamentou a falta de investimento no mar, que "verdadeiramente distingue e diferencia" Portugal dos restantes países.

(.........................)

"Temos um ministro da Defesa a procurar recursos que viabilizem a construção de dois navios oceânicos, como se fossem um capricho (...) temos um ministro da Economia a justifica na Assembleia da República a importância do investimento nos portos nacionais e temos que argumentar e justificar a importância do investimento em laboratórios do Estado como o IH", afirmou o governante.


Pois é hoje havia panos para mangas nas notícias que este pequeno país produziu.
Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home