segunda-feira, janeiro 21, 2013

Porreiro pá! Vamos acabar com a malandragem que trabalha no Estado (versos Funcionários Públicos)

Pois é! Ficamos a saber que o (des)Governo do Pacheco que governa este país em conluio com o neoliberal Gaspar e o Dr. Relvas querem dar o golpe final nos trabalhadores do Estado Português, há muito que os últimos governos vêm dando o mote de que a culpa a que o país chegou é dos seus trabalhadores, como podemos esperar que os patrões do privado tratem bem os seus trabalhadores se o próprio estado não o faz.
Há muito que se vem falando da existência, falsa, de que na administração pública existem trabalhadores a mais. Para resolver isso o relatório do FMI aconselhava,estão mal informados, a despedimentos na função pública, o que ao abrigo da Constituição Portuguesa não é permitido, mas esta rapaziada lá vai atirando o barro á parede, a última surgiu hoje nas conversações com os sindicatos.




Mas as tramoias deste (des)Governo do Pacheco que governa não se fica por aqui, vem de novo o ataque á ADSE, com muita mentira á mistura, porque segundo eles os Funcionários Públicos são favorecidos por este regime de saúde, mas esquecem-se de dizer que oe mesmos descontam mais que os privados para a Segurança Social, neste momento até a FESAP se está demarcando de João Proença, o tal que justifica assinar tudo o que tem levado os trabalhadores do público e do privado a perder regalias sociais em proveito dos senhores do capital.
Que diz a FESAP.


No entanto o Ministro da Saúde vem dizendo, com falinhas mansas como é seu hábito (lobo em pele de cordeiro), que o assunto tem de ser falado.


Assim com estas balelas lá se vai dividindo para reinar, isto é, virando trabalhadores do sector privado contra os do público.
Grande malandragem esta dos trabalhadores do Estado, é não é? assim que a maioria da população portuguesa pensa? assim se vai denegrido um classe de trabalhadores que dão o melhor pelo Estado, e que estes últimos governos vêm tratando mal.
Fiquem bem.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home