domingo, maio 11, 2008

A "ASAE" e os "objectivos" no "país de Sócrates" ....

Foi com espanto que ouvi e li os pormenores respeitantes aos "objectivos", que existe nesta instituição, "objectivos por metas", e que metas......, senão vejamos o que o Expresso diz sobre o assunto, com informação do deputado Paulo Portas, "tem que detectar 124 infracções, levantar 61 processos de contra-ordenação, que vão terminar em coimas, abrir oito processos-crime e fechar ou suspender o funcionamento de pelo menos seis estabelecimentos" , já não faltava o Sr. António Nunes, presidente da Autoridade Segurança Alimentar Económica , o tal que se deu ao privilégio de fumar um charuto em local fechado, numa festa de fim de ano no Casino, ter tirado o prazer de podermos comer uma "bola de Berlim com creme", não permitir que se coma "arroz de cabidela" feito com sangue fresquinho, e muitas outras atrocidades cometidas por este "país de Sócrates", com a atitude passiva do "nosso Primeiro", José Sócrates, ou será Pinto de Sousa?, sabe-se lá ...., ainda vem fazer com que os funcionários tenham que procurar por encomenda dos "objectivos" infracções, perseguir feirantes, fechar restaurantes, e outros locais sem que tenham uma altitude pedagógica, neste mesmo artigo o Expresso diz mais:
"O Expresso divulga hoje um documento elaborado pela Direcção de Planeamento e Controlo da ASAE e enviado às direcções regionais, fixando objectivos de resultados aos seus inspectores para este ano. Metas que o inspector-geral daquele organismo negou inicialmente, mas reconheceu ao jornal estarem fixadas num "documento de trabalho", tendo sido enviadas a todas as direcções regionais, mas por engano. Embora concorde que "a situação pode ser delicada", António Nunes jura que nunca ditou resultados aos seus serviços, até porque isso "seria ilegítimo"."
ficamos então a saber que o documento onde os tais "objectivos" ao jeito de uma policia do Estado Novo, o que leva o Dr. Menezessss a dizer que a ASAE comparada à PIDE , que decidia como e quem afastar do frente das políticas do governo de então, sempre existia, só que foi divulgado por engano.
E esta Hei!
Assim vão algumas autoridades deste país praticado prepotências sem com isso conseguirem melhorar a situação.
Possivelmente não deviamos só festejar o "Maio de 68" mas, sim fazer uma nova Revolução Social como a que se fez em 1968, em Paris, e depois em 1969 em Portugal.
Fiquem bem

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home